US - R$ 4,00

×

Vereador diz que recebe ameaças de morte do prefeito Adail Filho

Vereador diz que está arrependido de ter recebido o 'mensalinho' e reconhece que errou e fala que gostaria de consertar o 'caos' que está a cidade

O vereador de Coari (a 363 quilômetros de distância de Manaus) Ademoque Filho (PSDB) teme por sua vida após denunciar os esquemas de corrupção do prefeito da cidade, Adail Filho, ao Ministério Público Estadual do Amazonas (MPE-AM). O vereador arrependido reconhece que errou e fala que gostaria de consertar o caos que está a cidade. Ele, como todos os 15 legisladores da cidade, recebiam o ‘mensalinho’, um valor de R$ 10 mil para aprovar todas as pautas do Poder Executivo, segundo a denúncia do próprio vereador.

Vereador Ademoque Filho recebia o ‘mensalinho’, mas se arrependeu (Foto: Divulgação)

“Não só eu como os outros três vereadores que fizeram a denúncia sofrem ameaças. Já chegaram até a quebrar parte do carro de um deles. Já recebi mensagem sendo ameaçado de morte e sofro intimidações de seguranças do prefeito (Adail Filho) que passam de carro próximo de onde estou”, relata o vereador do PSDB. Segundo ele, essas mensagens intimidadoras vem de pessoas diretamente ligadas ao prefeito e ao presidente da Câmara Municipal de Coari, o vereador Keitton Wyllyson Pinheiro (PTB), primo de Adail Filho.

Até agora, conforme o Ademoque Filho, as ameaças à vida se limitaram ao vereador e não se estendeu aos familiares dele. Hoje em dia, ele, e os vereadores Samuel Castro (PSL), Adeval Cordovil (PTB) e Ewerton Medeiros (DEM) só cumprem mandato por conta de uma decisão judicial que suspendeu o afastamento deles na Câmara, votado pelos vereadores da Casa legislativa.

O vereador diz, ainda, que as mazelas da cidade o fizeram sair do esquema de desvio das finanças públicas. A situação alarmante chamou a atenção da mídia nacional que há tempos vem noticiando as infrações à lei que acontece no município. Neste domingo, 11, mais uma vez Coari entrou na pauta da televisão brasileira devido aos impactos da corrupção na vida dos moradores da cidade. Confira o vídeo:

O prefeito de Coari, Adail Filho, foi procurado pela nossa reportagem, mas preferiu não se pronunciar sobre o caso e até o fechamento desta reportagem, o presidente da câmara, vereador Keitton Wyllyson Pinheiro (PTB), primo de Adail Filho, não respondeu à reportagem do Amazonas1.

Faça um comentário