Manaus, 25 de junho de 2024
×
Manaus, 25 de junho de 2024

Cidades

Parece mentira: deputados aprovam leis para as saudações ‘Selva’ e ‘A paz do Senhor’ no AM

O deputado estadual Comandante Dan Câmara afirma que as matérias possuem amparo na Constituição Federal

Parece mentira: deputados aprovam leis para as saudações ‘Selva’ e ‘A paz do Senhor’ no AM

(Foto: Aleam/Divulgação)

Manaus (AM) – A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou, nesta quarta-feira (24), o Projeto de Lei Ordinária nº 86 de 2023, que reconhece as saudações “A paz do senhor Jesus”; e o Projeto de Lei Ordinária nº 87 de 2023, para o gesto de continência e o brado “Selva”, como patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Estado do Amazonas.

O autor das leis, o deputado Comandante Dan Câmara (PSC), que é irmão do pastor e deputado federal Silas Câmara (Republicanos), afirma que as matérias possuem amparo na Constituição, “que proclama que constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente, ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais incluem, as formas de expressão”, escreveu.

Nascido no Acre, Dan Câmara é coronel da Polícia Militar, também é irmão do pastor Jônatas Câmara, presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (Ieadam). Por conta da presença da família na política local e também na atividade religiosa no Estado, o deputado reivindicou, sob regime de urgência, o título de Cidadão do Amazonas para os dois irmãos.

Apoiado pelo eleitorado evangélico, Dan Câmara apresenta propostas voltadas para esse público, como o projeto de lei que cria o “Mês da Escola Bíblica de Férias” no Estado do Amazonas; e para o militarismo, onde o deputado fez carreira.

LEIA MAIS: