US - R$ 3,93

×

Wilson Lima tem 100 dias de gestão sem soluções concretas para o AM

Nesses 100 dias, Wilson Lima esteve mais tempo fora do Estado do que  enfrentado problemas que abalam o Amazonas


Umas das promessas de campanha do atual Governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima (PSC) foi a reforma administrativa. Segundo ele, a medida cortaria privilégios e geraria economia para o Estado, no entanto, passaram-se 100 dias de governo e até agora são poucos os indícios de reforma e soluções para os problemas do Amazonas.

Nesses 100 dias, Wilson Lima esteve mais tempo fora do Estado do que  enfrentado problemas que abalam o Amazonas. A educação, que foi bandeira de luta de Lima quando era candidato em 2018, vem passando por um momento sensível, com vários gastos milionários com dispensa de licitação na Secretaria de Educação (Seduc) e promessas não cumpridas, no que diz respeito ao pagamento de data-base dos trabalhadores da Educação. 

 

Governador do Amazonas em entrevista coletiva na quarta-feira, 10 (Amazonas1)

Na saúde, tentando jogar a responsabilidade para as empresas prestadoras de serviços, Wilson Lima disse que não existem dívidas na saúde, que tudo está sendo pago dentro do prazo, e os R$ 350 milhões que foram retirados do FTI (Fundo do Interior), está sendo aplicado corretamente na saúde. Entretanto, uma das empresas médicas que prestam serviços na saúde, rebateram o discurso de Lima, e afirmaram que o governador não vem cumprindo com o acordo.

Os problemas ‘não enfrentados’ pelo governador, não são especificamente estruturais ou de má gestão.  No dia 27 março, o ex-secretário Extraordinário do governo e amigo de Wilson Lima, Marcelo Alex, foi exonerado pelo próprio governador, que atendeu a exigência do seu vice, Carlos Almeida. A justificativa para a demissão foi o início da reforma administrativa. No entanto, o que circula nos bastidores é que a exoneração teria ocorrido após vazar uma gravação com “cobranças financeiras” de Alex.

Passados 100 dias de governo, ainda não foi exposto nenhum projeto de reforma administrativa e o governo assumiu ainda com a estrutura da gestão anterior. Além disso, os secretários da atual gestão assumiram com aumento salarial.

Em entrevista coletiva à imprensa nesta quarta-feira, 10, para apresentar o balanço de 100 dias de gestão, o então governador informou que a reforma administrativa não é um processo tão simples porque desfaz uma estrutura antiga. Segundo ele, a medida será apresentada dentro de alguns dias.

“Não adianta eu simplesmente apresentar uma reforma administrativa, porque aí vão me perguntar o que isso significa de economia. Nós vamos apresentara reforma nos próximos dias e o que nós estamos fazendo não é tão simples, porque você mexe numa estrutura que está aí há muito tempo e com muitos processos viciados. Então é preciso ter o cuidado necessário” disse Wilson Lima.

 

Faça um comentário