Manaus, 24 de junho de 2024
×
Manaus, 24 de junho de 2024

Economia

Projetos sustentáveis para o PIM devem aproximar governos de Wilson e Lula

Para que a parceria se torne realidade, o Ipaam tomará as medidas necessárias para se credenciar e obter acesso aos recursos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Suframa.

Projetos sustentáveis para o PIM devem aproximar governos de Wilson e Lula

(Foto: Divulgação/Secom)

Manaus (AM) – O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) se reuniu com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para discutir parcerias entre os órgãos. O convite foi feito pelo superintendente da Suframa, Bosco Saraiva, com o objetivo de aproximar o órgão federal do estadual e estabelecer parcerias em projetos sustentáveis para o Polo Industrial de Manaus (PIM). Esta é a terceira reunião entre os órgãos e contou com a presença do diretor-presidente, Juliano Valente, e das diretorias do Ipaam.

Para Valente, a parceria é uma resposta positiva à consolidação dos benefícios ambientais que as empresas do PIM trazem para o estado do Amazonas. “O Ipaam vê com bons olhos a parceria entre os órgãos. É uma forma de aprimorar a prestação de serviços nos processos de licenciamento das empresas do Polo Industrial de Manaus por meio da busca de novas tecnologias e iniciativas sustentáveis,” afirmou o diretor-presidente do Instituto.

Bosco Saraiva ressaltou que a parceria entre as duas entidades é fundamental.

“Essa parceria com o Organismo de Desenvolvimento Regional é fundamental. O Polo Industrial está no coração da Amazônia, e é evidente que devemos estar muito atentos às questões ambientais. A aproximação e a concretização dessa parceria são extremamente positivas”, salientou o superintendente.

Ele acrescentou, ainda, que: “Embora essa parceria esteja atrasada no tempo, isso deveria ter acontecido há muito tempo. No entanto, nunca é tarde para iniciar uma ação positiva de recuperação do tempo perdido.”

Para que a parceria se torne realidade, o órgão ambiental tomará as medidas necessárias para se credenciar e obter acesso aos recursos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Suframa, para o controle ambiental do estado.

(*) Com informações da assessoria

LEIA MAIS: