Queiroz convoca apoiadores para convenção de Bolsonaro

Queiroz pretende disputar a eleição de deputado estadual no Rio, filiado ao PTB
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 24/07/2022 01:06
Fotos: Reprodução|Divulgação

Pivô do esquema das rachadinhas, o ex-policial militar Fabrício Queiroz, amigo e ex-homem de confiança da família Bolsonaro, convocou apoiadores para participar neste domingo (24), da convenção nacional do PL, que oficializa o presidente Jair Bolsonaro como candidato à reeleição.

Leia mais: Após boicote, convenção de Bolsonaro vai liberar até 10 mil pessoas sem ingresso

Nas redes sociais, Queiroz publicou um chamado para concentração no entorno no Maracanãzinho, às 10h. O ponto escolhido é a Estátua do Bellini, homenagem ao ex-jogador e capitão da seleção brasileira na conquista da copa de 1958, e tradicional espaço de reunião de torcedores do Flamengo, antes de jogos no Maracanã.

“Convocação urgente. Precisamos de patriotas para comparecer ao grande evento”, escreveu Fabrício Queiroz, que segundo o Ministério Público operou o esquema de desvio de verbas públicas no gabinete de deputado estadual de Flávio Bolsonaro, hoje senador pelo PL no Rio e coordenador da campanha do pai. O ex-policial militar chegou a ser preso durante as investigações

As investigações e a denúncia contra eles, por peculato, lavagem de dinheiro, apropriação indébita e organização criminosa foram anuladas em instâncias superiores da Justiça. Flávio negou irregularidades, enquanto Queiroz afirmou que havia um acordo para receber parte do salário de funcionários do gabinete de volta, sem a anuência do chefe. O MP do Rio quer retomar o caso

Queiroz pretende disputar a eleição de deputado estadual no Rio, filiado ao PTB. Ele vem cobrando declarações públicas a seu favor do clã presidencial e já desafiou o presidente e seus filhos a dizerem que não o apoiam.

Como a Coluna do Estadão mostrou, outro aliado de décadas do presidente, Waldir Ferraz, o Jacaré, ameaça faltar à convenção. Segundo ele, o megaevento só vai servir para pessoas “puxarem o saco” do presidente.

(*) Com informações da Agência Estado

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS