Sikêra Jr. é condenado a pagar R$ 300 mil para Xuxa após perder processo

Apesar da condenação da indenização, Sikêra e sua equipe podem recorrer
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 25/03/2022 08:51
Foto reprodução

O apresentador Sikêra Júnior continua sua briga com Xuxa Meneghel na Justiça. Desta vez, o âncora do Alerta Nacional e a emissora RedeTV terão de pagar uma indenização no valor de R$ 300 mil por danos morais.

A decisão da juíza Ana Cristina Ribeiro Bonchristiano foi determinada nessa quinta-feira (24). Apesar do favorecimento à rainha dos baixinhos, Sikêra pode recorrer da decisão.

Leia mais: Sikêra Jr entra na mira do MPF por comentários homofóbicos

Os autos judiciais possuíam críticas ao programa liderado por Sikêra e afirmou que desprestigiava tal entretenimento.

“Destacam-se, ainda, as críticas a esse tipo de jornalismo, de desprestígio à pessoa em detrimento da análise argumentativa de suas ideias, em programas muito mais de entretenimento do que informativo, camuflando-se ofensas desmedidas na narrativa jacosa”, diz o texto.

“Os apresentadores desses programas, com a bênção e o incentivo de suas empresas, como a ora corré, tudo fazem, sem o menor critério, inclusive levar ao ar ameaças de morte contra pessoas públicas, honestas e trabalhadoras, achincalham a vida privada e a família dessas pessoas, apenas para alavancar a audiência de seus programas televisivos, e, em decorrência, o faturamento não só da empresa como o próprio”, ressaltou a juíza.

A situação envolvendo os apresentadores começou em 2020 quando Xuxa repudiou a forma na qual Sikêra lidou com uma situação envolvendo maus-tratos com animais. Após as críticas de Xuxa, o apresentador a chamou de pedófila, e relembrou as cenas do filme Amor Estranho Amor (1982) e também de fazer apologia às drogas.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS