Sindicato dos Rodoviários classifica como ‘fatalidade’ facada do motorista que matou passageiro

Após uma discussão, o motorista de ônibus acabou esfaqueando o passageiro dentro do transporte coletivo, que morreu horas depois em uma unidade de saúde
Da Redação – Portal AM1
Publicado em 23/03/2022 16:46
Foto: Reprodução

Manaus, AM – O Sindicato dos Rodoviários de Manaus se pronunciou após o motorista de ônibus José Roberto de Oliveira, 45 anos, esfaquear o passageiro Auzimar Leão Lobato, dentro da linha 004, nessa terça-feira (22). De acordo com o órgão, o que aconteceu foi uma “fatalidade”, mas que o motorista é um bom funcionário. O passageiro acabou morrendo após ser esfaqueado.

Em nota publicada nas redes sociais, o Sindicato afirmou que o motorista foi agredido pelo passageiro durante a discussão entre eles e, por essa razão, acabou esfaqueando o homem. “Ele entrou em discussão com um passageiro depois de levar dois socos no rosto, acabou desferindo um golpe na direção do passageiro, que infelizmente veio a óbito”, diz um trecho.

Leia mais: Passageiro morre ao ser esfaqueado após discutir com motorista de ônibus em Manaus

Ainda conforme o Sindicato, o servidor já trabalha como motorista de ônibus há 14 anos, “demonstrando que é um bom funcionário, mas não justifica sua atitude, nem tampouco justificar a atitude do passageiro em agredi-lo”.

“Vamos apurar todos os fatos e acompanhar de perto todo desenrolar da situação e prestar todo apoio ao motorista e se possível aos parentes do passageiro”, diz a nota assinada pelo presidente do Sindicato, Givancir Oliveira.

De acordo com a polícia, a vítima e o motorista estavam discutindo dentro do ônibus. Conforme informações das testemunhas, o passageiro pediu ao motorista para descer em frente a uma loja no bairro Educandos, mas o motorista não parou, foi então que a discussão foi iniciada.

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS