Tendência é o União Brasil ter candidato próprio à Presidência, diz Bivar

Partido é resultado da fusão do PSL com o DEM; juntos, têm maior bancada da Câmara
Publicado em 29/11/2021 18:00
Foto: Agência Câmara/Divulgação

SÃO PAULO, SP – O deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE) afirmou que o União Brasil terá candidato único ao Planalto nas eleições de 2022. Por formar a maior bancada da Câmara, Bivar diz que partido não será “coadjuvante“.

“Tenho falado muito com o MDB, com PSDB, até ultimamente com o Podemos. Então, a tendência é nós termos um candidato único. Mas de toda sorte, a forma como foi feita essa junção do DEM com o PSL, formamos hoje a maior bancada da Câmara Federal, e certamente nós não vamos ser coadjuvantes. Vamos ter uma candidatura própria”, disse o presidente do novo partido.

O DEM e o PSL formalizaram a fusão em outubro deste ano para criar um novo partido, chamado União Brasil. Com a fusão, o União Brasil contará, a princípio, com 81 cadeiras na Câmara e 7 no Senado. O número deve diminuir com a filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao PL, marcada para esta terça-feira (30).

Praticamente metade da bancada do PSL, que é ligada ao chefe do Executivo, deverá deixar o partido. Já no DEM, disputas locais também podem causar baixas. O período oficial para troca de partido será aberto em março.

Moro é a 3ª via

A cúpula do União Brasil concluiu na semana passada que a única 3ª via possível nas eleições presidenciais de 2022 é o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Sergio Moro, agora filiado ao Podemos.

O novo partido, porém, ainda sonha em compor a chapa com Moro e pode indicar o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) para vice.

Integrantes da cúpula do União Brasil nunca deixaram de conversar com o ex-juiz. No início, havia uma pequena esperança de que poderiam convencê-lo a integrar a legenda. Quando Moro oficializou sua ida ao Podemos, as conversas passaram a girar em torno da composição de chapa.

(*) Com informações do Poder 360

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS