Manaus, 24 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 24 de fevereiro de 2024

Cidades

Vereadores pretendem averiguar falta de atendimento em maternidade

Iniciativa foi tomada após denúncia de ausência de médicos para atender parturientes

Vereadores pretendem averiguar falta de atendimento em maternidade

Vereador concordou com a visita, mas sugeriu que visita seja feita sem notificação prévia à direção da maternidade. (Foto: Ingrid Anne/Semcom)

Manaus (AM) – Vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) afirmaram que pretendem fazer uma visita às instalações da Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Compensa, zona Oeste da capital, após denúncias de ausência de médicos para atender parturientes na unidade de saúde.

A proposta foi anunciada pelo vereador Marcelo Serafim (PSB), após caso relatado pelo colega, Capitão Carpê (Republicanos).

O parlamentar disse que recebeu denúncia na noite da última terça-feira (18) sobre mulheres que aguardavam atendimento na maternidade desde as 16h. Na ocasião, havia apenas um médico que estava impossibilitado de atender a todas as pacientes.

Os demais funcionários, de acordo com o vereador, teriam aparecido depois que policiais chegaram à maternidade atendendo a pedido de intervenção, por meio do 190.

“Havia quatro obstetras e quatro pediatras. O ponto não é eletrônico. A primeira coisa que o trabalhador faz é colocar o dedinho no painel eletrônico e marcar presença. Infelizmente, os profissionais da Moura Tapajós, por falta de um controle rígido, atuam em contingente de trabalho reduzido”, disse.

Carpê disse que conversou com uma paciente com quadro de sangramento e batimentos cardíacos irregulares. “Falei com a responsável pela maternidade e ela mostrou uma lista de presença assinada à caneta pelos médicos”. O vereador informou que apresentou indicação ao prefeito para instalação de ponto eletrônico em todas as unidades de saúde municipais.

“Não é a saúde que tem que se adequar ao médico, e sim o médico tem que se adequar ao sistema. Eles devem ser cobrados e fiscalizados como qualquer cidadão. Com certeza, isso vai reduzir, em muito, a falta de médicos em unidades de saúde”, argumentou.

Visita surpresa

O vereador Marcelo Serafim saiu em defesa da direção da maternidade Moura Tapajóz. “Trabalhei lá durante muito tempo. Fica um médico na triagem, outro no pré-parto, outro no pós-parto. São muitos profissionais que devem trabalhar de forma integrada. É uma maternidade modelo, com projetos belíssimos, dirigidos pela enfermeira Núbia (Cruz), uma abnegada em prol da causa materna e das crianças”.

Serafim observou que “a maternidade pode ter falhas, mas é a melhor de Manaus” e propôs uma visita dos vereadores ao local.

“Todo questionamento deve ser averiguado. Como presidente da Comissão de Saúde, vamos à Moura Tapajóz esclarecer o caso e promover um atendimento melhor. A secretária (Municipal de Saúde), Shádia Fraxe, e o subsecretário Djalma (Coelho) vão nos atender”, disse o vereador Erlan Alencar (DC).

Carpê concordou com a proposta, mas sugeriu que a visita seja feita sem notificação prévia à direção da maternidade.

LEIA MAIS: