Manaus, 21 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 21 de fevereiro de 2024

Cenário

Wilker quer desbancar Amom e ser o candidato do Cidadania a prefeito de Manaus

O deputado estadual Wilker Barreto afirmou que o Cidadania tinha interesse em lançar Amom Mandel, mas decidiu se colocar à disposição para a vaga após o deputado federal dizer que não quer concorrer às Eleições 2024.

Wilker quer desbancar Amom e ser o candidato do Cidadania a prefeito de Manaus

(Fotos: Edmar Perrone/Aleam/Redes sociais)

Manaus (AM) – Antes mesmo de finalizar a primeira semana de janeiro, a corrida para a cadeira de prefeito da cidade de Manaus está se acirrando.

Após o deputado federal Amom Mandel (Cidadania) sinalizar que não quer ser prefeito, foi a vez de Wilker Barreto (Cidadania) aparecer em suas redes sociais colocando-se à disposição do partido para disputar a vaga.

“Quero oficialmente colocar o meu nome à disposição do meu partido, o Cidadania, como pré-candidato a prefeito de Manaus em 2024. O partido tinha preferência pelo Amom, e eu respeitava isso”, revelou Barreto.

Wilker, atualmente, exerce o cargo de deputado estadual, e é o único entre os 24 parlamentares na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) a fazer oposição ao governador do Amazonas, Wilson Lima (UB).

No vídeo postado em seu perfil no Instagram, o parlamentar endossou o seu interesse pela posição de chefe do Executivo municipal e também relembrou sua carreira e experiências políticas, considerando-se como um político capacitado e preparado para a função.

“Eu me sinto na obrigação de colocar o meu nome. Tenho 10 anos de vereador, conheço bem a cidade; fui presidente da Câmara; fui líder do Amazonino e Arthur [ex-prefeitos de Manaus] e, desde 2019, assumo a nobre e difícil tarefa de bater de frente contra o sistema”, afirmou.

Wilker tem apoio na federação?

O Portal AM1 entrou em contato com o deputado estadual e questionou o porquê de ele ter afirmado, hoje, que Amom havia desistido da corrida, sendo que o próprio deputado federal nunca oficializou publicamente que iria concorrer ao pleito. O próprio Amom, inclusive, disse que não tem como desistir de algo que nunca disse ter tentado.

Wilker também foi questionado se o seu nome já recebe o apoio dos dois partidos que compõem a federação PSDB e Cidadania. A reportagem também quis saber se Wilker manterá sua pré-candidatura, mesmo diante de um possível interesse de Amom em ser o candidato da federação, pois para isso, eles teriam que disputar as prévias do partido para que apenas um seja confirmado na disputa, porém, até a publicação desta matéria, não houve retorno.

O espaço fica aberto para manifestações do parlamentar. Assim que houver uma resposta, o material será atualizado.

LEIA MAIS: