Manaus, 13 de abril de 2024
×
Manaus, 13 de abril de 2024

Cenário

Adjuto, Sinésio e Dr. Gomes são os que mais gastaram com combustíveis em 2023

Os dados da matéria estão disponíveis no Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e foram consultados pelo Portal AM1 nos dias 16 e 17 de fevereiro. 

Adjuto, Sinésio e Dr. Gomes são os que mais gastaram com combustíveis em 2023

(Foto: Facebook/Adjunto/Sinésio/Aleam)

Manaus (AM) – Os deputados estaduais Adjuto Afonso (União Brasil), Sinésio Campos (PT) e Dr. Gomes (Podemos) foram os que mais gastaram em 2023 com combustíveis. Juntos, os 24 parlamentares utilizaram o montante de R$ 1,5 milhão da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) com abastecimentos no ano passado.

A quantia atual do famoso ‘cotão’ é de R$ 49,8 mil, valor este que cada deputado tem direito todos os meses, além de seus salários, com valor correspondente a R$ 31.238,19.

Os dados da matéria estão disponíveis no Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e foram consultados pelo Portal AM1 nos dias 15 e 16 de fevereiro.

A verba é acumulativa de um mês para o outro e só não pode ser utilizada em exercício financeiro diferente, ou seja, de um ano para o outro. A Ceap é um reembolso aos parlamentares, uma verba indenizatória, em que os políticos utilizam o valor e, por meio de nota fiscal, são ressarcidos.

O ‘cotão’ é destinado para o uso em atividades inerentes ao mandato parlamentar, como gastos com passagens aéreas, fretamento de aeronaves, carros, material de expediente, combustíveis, hospedagens e outras.

Campeão

O deputado Adjuto Afonso, que está em seu sexto mandato, foi o campeão de gastos com o serviço em 2023, com o valor de R$ 96 mil.

De janeiro a dezembro, o político gastou o mesmo valor, correspondente a R$ 8.000,00. Todos os gastos foram no mesmo local: ‘FE Comércio de Combustíveis e Derivados de Petroleo Ltda’, que fica localizado na avenida Desembargador João Machado, na capital amazonense.

Nos dois primeiros meses do ano, o gasto foi registrado no dia 23; em março dia 22; abril no dia 20; em maio novamente no dia 23; em junho no dia 22; em julho dia 24 e em agosto no dia 23.

Já em setembro, foi no dia 14; no mês seguinte foi no dia 20; em novembro no dia 22 e em dezembro no dia 11.

Vice-campeão

O segundo lugar com gastos de combustíveis é do petista Sinésio Campos, que utilizou em 12 meses o montante de R$ 95,7 mil.

Nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho, o deputado registrou gastos de R$ 8 mil, em cada mês, e, em julho R$ 7,8 mil. Em agosto, setembro e outubro, gastou R$ 8 mil novamente, por mês.

Em novembro, registrou três gastos diferentes, um de R$ 7.600,00 no dia 29, outro de R$ 200,00 no dia 23 e um de R$ 100,00 no dia 26. No último mês de 2023, Sinésio gastou mais R$ 8 mil, no dia 13.

Terceiro

Como o terceiro, completando o ‘Top 3’ de despesas com combustível, aparece o deputado Dr. Gomes, que exerce, atualmente, o seu terceiro mandato consecutivo na Aleam, com gastos de R$ 95,6 mil.

No dia 17 de janeiro, o parlamentar registrou um gasto de R$ 7.975,60; no dia 16 de fevereiro mais R$ 7.952,00; no dia 20 de março R$ 7.982,70; em abril R$ 7.961,48 no dia 19; em maio R$ 7.978,25 no dia 18 e em junho mais R$ 7.977,65 no dia 19.

Em julho, Dr. Gomes utilizou o valor de R$ 7.950,90 para o serviço, especificamente no dia 19; em agosto, no dia 18 R$ 7.980,65; em setembro R$ 7.960,95 também no dia 18; no dia 19 de outubro mais R$ 7.977,35; em novembro R$ 7.962,40 no dia 21 e no dia 11 de dezembro R$ 7.951,30.

Outros deputados

Na quarta posição, vem a deputada Dra. Mayara (Republicanos), que gastou, de janeiro a dezembro do ano passado, a quantia de R$ 94.876,62.

Após Mayara, aparece o deputado Carlinhos Bessa (PV), que utilizou com o serviço o montante de R$ 92.730,77. Depois dele, vem o deputado Cabo Maciel (PL), com gastos de R$ 88.378,73.

Em sétimo lugar está o deputado de primeiro mandato, Wanderley Monteiro (Avante), que utilizou dos cofres públicos o valor de R$ 87.745,00 com combustível. Em seguida, vem outro parlamentar estreante na Casa Legislativa, Cristiano D’Angelo (MDB), que gastou a quantia de R$ 84.110,40 em 2023.

Na nona colocação, está a deputada Débora Menezes (PL), com a utilização de R$ 82.525,00. Depois Abdala Fraxe (Avante) com gastos de R$ 80.891,76 e em seguida, o deputado de primeiro mandato George Lins (União Brasil) que utilizou R$ 79.500,80 com o serviço.

Menores gastos

O deputado Comandante Dan (Podemos), que ocupa pela primeira vez uma cadeira no Parlamento Estadual foi o que menos gastou com combustível, apenas R$ 7.424,28.

Em seguida, vem o deputado Rozenha (PMB) com o valor de R$ 16.000,00. Mário César (União Brasil) aparece em seguida com um dos menores gastos, exatamente de R$ 21.284,21, assim como Alessandra Campêlo (Podemos) com a quantia de R$ 27.703,96.

Thiago Abrahim (União Brasil) gastou menos de R$ 50 mil de janeiro a dezembro do ano passado, especificamente, R$ 43.076,63.

A quantia total gasta ano passado pelos parlamentares foi R$ 1.544.878,22.

O único deputado que não utilizou os recursos da Ceap para o serviço foi Wilker Barreto (Cidadania).

Outro lado

A reportagem do AM1 entrou em contato com os três primeiros deputados que mais gastaram com combustíveis, pedindo um posicionamento deles e aguarda a resposta. Assim que as solicitações forem respondidas, a matéria será atualizada.

LEIA MAIS: