Arthur Neto deixa de lado ‘aposentadoria’ e postura indica possível candidatura em 2022 - Amazonas1
18 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Arthur Neto deixa de lado ‘aposentadoria’ e postura indica possível candidatura em 2022

Arthur decidiu interromper suas 'férias' da política após seu filho, o ex-deputado federal Arthur Bisneto, ser acusado de se envolver em uma confusão 'íntima'

Arthur Neto deixa de lado ‘aposentadoria’ e postura indica possível candidatura em 2022
Foto: arquivo/Semcom

O ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) rebateu críticas que vêm sendo feitas à sua família na última semana e vem assumindo uma postura de possível candidato nas eleições de 2022, sendo para o governo do Estado ou para o Senado. Se especula que pode ser para o governo, pois o ex-prefeito de Manaus voltou a tecer duras críticas a gestão do governador Wilson Lima (PSC).

Em um post no último sábado (27), em suas redes sociais, o tucano disse que a política amazonense está “pequena e suja” e que tem sido duramente atacado por “conhecidos adversários”.

“Sofro ataques que sei de onde vêm, mas que são assinados pelas aves de mau agouro sustentadas com o dinheiro que deveria se destinar à saúde e terminam pousando em bolsos da pior procedência.  Eis aí uma diferença capital entre eles e o modo como ajo.”, escreveu.

Entre as críticas, estão acusações de que seu filho e ex-deputado federal, Arthur Bisneto, havia se envolvido em uma confusão “íntima” com o enteado do ex-senador e filho de Elisabeth Valeiko, no ano passado. A suposta acusação indica que Bisneto teria passado a mão no pênis dele e que, o ex-marido de Valeiko, Ronan Braga, teria o agredido.

Essas informações são consideradas faltas, pois não possuem provas e nem testemunhas que as confirmem.

Ainda na postagem, Arthur disse que se responsabiliza por tudo o que faz e pensa e que não precisa se esconder de ninguém. “Eu assino e assumo tudo o que penso. Não me escondo e nem cedo à convivência com escroques e chantagistas”, pontuou o ex-prefeito.

Procurado pela equipe de reportagem do Portal Amazonas 1, por meio de sua assessoria, para falar de seus posicionamentos nas redes sociais e pelas críticas tecidas à atual gestão do governador do Amazonas, Wilson Lima, Arthur Neto não manifestou opinião até o fechamento deste conteúdo. .

“Aves de mau agouro”

Em um artigo intitulado como “Aves de mau agoro”, Arthur Neto diz que alguns portais e blogs de Manaus trabalham para a obscuridade e  define tais veículos como “anêmicos e inescrupulosos”.

“Esse universo abriga bandidos pervertidos, gente que não tem nada a perder (mas ganha muito dinheiro público), denegrindo pessoas, atacando famílias, investindo contra a honra de adversários, afirmou Arthur

Vale ressaltar que a palavra correta é agouro ao invés de agoro (linguagem popular) utilizada por Arthur Neto, que significa ação de prever o que acontecerá no futuro, previsão de algo ruim, de uma tragédia ou de uma notícia fatídica: quebrar espelho não é bom agouro.

 

Contrato milionário

Em seu último ano de mandato, em 2020, o ex-prefeito fechou um contrato milionário com uma empresa de marketing para prestar serviços de comunicação digital para atender as necessidades do Poder Executivo Municipal.

O valor do contrato ficou em R$ 19 milhões, pagos mensalmente em R$ 1.583.333,33 (um milhão quinhentos e oitenta e três mil, trezentos e trinta e três reais e trinta e três centavos) e válido por 12 meses, no caso, finalizando agora no mês de março de 2021.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Corrida contra o tempo

Se realmente o ex-prefeito de Manaus vier a ser candidato, ele precisará correr contra o tempo, uma vez que os candidatos que ele apoiou em 2020 para Prefeitura de Manaus, Alfredo Nascimento (PL), no primeiro turno e Amazonino Mendes (Podemos), foram derrotados nas urnas.

Além disso, pesa sobre Arthur Neto um fim de gestão muito criticado e com apontamento de erros em obras realizadas às pressas, para que pudessem ser entregues ainda na sua gestão, como a do Complexo Viário Professora Isabel Victoria, na zona Norte de Manaus, interditado há dois meses.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]