Manaus, 13 de abril de 2024
×
Manaus, 13 de abril de 2024

Cenário

Bancada evangélica da CMM aprova lei para criar ‘Dia dos Grupos de Jovens Cristãos’

O projeto, agora, segue para a sanção do prefeito David Almeida (Avante)

Bancada evangélica da CMM aprova lei para criar ‘Dia dos Grupos de Jovens Cristãos’

Não houve nenhuma discussão sobre a instituição do dia (Foto: Robervaldo Rocha/ CMM)

Manaus (AM) – Os vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovaram a criação do ‘Dia Municipal dos Grupos de Jovens Cristãos’ no município, nesta segunda-feira (10). O projeto, agora, segue para a sanção do prefeito David Almeida (Avante).

O projeto teve autoria e subscrição de grande parte da ‘bancada cristã’ da CMM. Foi o vereador Joelson Silva (Patriota) o autor do Projeto de Lei 454/2022, que contou com a subscrição dos vereadores Dione Carvalho (Patriota), Kennedy Marques (PMN), João Carlos (Republicanos), Marcel Alexandre (Avante), Márcio Tavares (Republicanos), Raiff Matos (DC), Rosivaldo Cordovil (PSDB), Wallace Oliviera (SD) e Yomara Lins (PRTB).

Logo após a leitura do PL, o presidente da CMM, o vereador Caio André (PSC), abriu para a votação no plenário, onde não houve nenhuma discussão sobre a instituição do dia. Com o projeto aprovado, agora segue para a sanção do prefeito David Almeida.

Voz cristã

A administração do prefeito David Almeida foi marcada pelo direito dos cristãos, uma vez que o gestor municipal sempre incluiu o grupo de fiéis em eventos da cidade, como, por exemplo, a realização do Réveillon Gospel.

Na Câmara Municipal de Manaus não foi diferente. Por ter grande parte dos vereadores que se consideram evangélicos, já houve outras tentativas de englobar os cristãos no calendário oficial da cidade ou criar um evento único para eles.

Em março de 2022, o Projeto de Lei nº 131/21, de autoria do vereador Raiff Matos, que instituía três dias de Festival Gospel, foi aprovado na Casa, e tinha como intuito “criar meios para a realização do evento como forma de integrar as famílias cristãs nas festividades oficiais de Manaus”.

Para a criação do Projeto de Lei, o vereador levou em consideração o número de evangélicos em Manaus e do Brasil que, de acordo com o Censo, representa mais de 30% da população brasileira. Apesar da tentativa, o Festival Gospel de Arte de Manaus (FEGAM) nunca chegou a acontecer.

LEIA MAIS: