MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Com transporte público velho e deficitário, David foca em paradas com ar-condicionado

O prefeito anunciou a entrega de mais ônibus, instalação de radiadores e paradas com ar condicionado para amenizar o trânsito na cidade
Beatriz Araújo – Portal Amazonas1
• Publicado em 31 de agosto de 2021 – 19:31

MANAUS, AM – Durante um evento na sede da Mardisa Ltda., no bairro da Paz, zona Oeste, o prefeito de Manaus, David Almeida anunciou uma série de mudanças no trânsito na capital e nos fluxos dos transportes coletivos. A expectativa de David é trazer melhorias para a cidade, mesmo sem apresentar estudos concretos para as mudanças. Com transporte público caótico, reclamações dos usuários em todas as zonas da cidade e frota deficitária, o prefeito disse que vai implantar paradas com ar-condicionado e em nenhum momento deu sinal que vai bater na mesa e obrigar os empresários a fornecer um serviço decente.

A primeira mudança anunciada pelo prefeito é a suposta entrega de novos ônibus, promessa antiga defendida por diversas gestões do Poder Executivo. Serão 30 novos ônibus intermediários e dez elétricos, que devem receber um sistema de ar-condicionado e comportar pelo menos 100 passageiros. Nada que resolva, na prática, a falta de ônibus em todas as zonas da cidade, que luta com alternativas reduzidas de mobilidade e ruas congestionadas.

“Eu já adianto que estamos finalizando as tratativas para a aquisição de 10 ônibus elétricos – é uma realidade que nós vamos implementar na nossa cidade. Após essa compra, os ônibus têm de 90 a 120 dias para estar circulando no contrato. É uma inovação, com ar-condicionado, ônibus com sistema digital, pneumático, com diferencial com freio no motor e não no tambor [..] isso trará um upgrade no transporte e essa é a intenção da Prefeitura de Manaus”, disse David, aparentando não conhecer as necessidades imediatas e reclamações das ruas.

Leia mais: Após Manaus pagar R$ 16 milhões pela obra, David desiste do T6 e deixa Viver Melhor sem opção

Para David, os novos ônibus fazem parte de sua promessa de campanha e, segundo ele, diversos ônibus já foram entregues à população em sua gestão; não é o que se vê na rua.

“Essa é a nossa promessa de campanha; já foram feitos investimentos no início da nossa gestão e entrega de ônibus, vamos continuar insistindo nessa meta de trazer esses novos ônibus para Manaus”, comentou o prefeito.

O discurso de David, no entanto, de encontro à realidade do transporte coletivo em Manaus. Na gestão do ex-prefeito Arthur Neto foram prometidos 300 ônibus, sendo entregues 112 em setembro de 2020. Já David entregou apenas 88, ou seja, faltam ser entregues mais 100 ônibus da promessa.

Outro equívoco anunciado por David está relacionado às greves na cidade, segundo o gestor Manaus faz parte das três capitais que não tiveram greves neste ano no Brasil. Discurso que contrário a realidade, novamente. Além de culpar os rodoviários pelos transtornos relacionados aos coletivos. Manaus registra várias paralisações nos últimos meses, inclusive com os ônibus trancando as ruas, como aconteceu na Cosntantino Nery.

“Somente três capitais não tiveram greves de ônibus neste ano e Manaus foi uma delas, porque a prefeitura ajuda a manter o transporte coletivo com subsídios. Já colocamos, do nosso orçamento, mais de 140 milhões de reais no transporte coletivo. Sem a demissões e sem diminuição da frota. Durante a pandemia, o número de passageiros despencou e a prefeitura está bancando essa operação, com os passageiros que utilizam o serviço. Eu tenho tido um bom diálogo com as empresas, conheço a necessidade dos empresários e sei dos problemas em relação aos trabalhadores. Novas ações viram tudo para melhorar o transporte”, argumentou.

Outra promessa antiga que deve ser retomada por David Almeida é a implantação de ar-condicionado nas paradas de ônibus. Arthur chegou a gastar R$ 207 mil por uma parada com ar-condicionado na Ponta Negra, e foi duramente criticado pelo investimento inútil.

Sem padrão, as paradas de ônibus de Manaus são outro vexame da prefeitura. Muitas são apenas placas penduradas em postes, onde o povo pega sol e chuva para ser transportado.

“Vamos fazer a recomposição de 50 terminais de ônibus nos bairros. Além de um modelo de parada de ônibus com ar- condicionado, mas agora, estamos trabalhando com o orçamento da gestão anterior – isso nos limita muito. Para o ano que vem, vamos ter R$ 6 bilhões de orçamento, nesse momento vocês começaram a ver a gestão do David Almeida. Manaus, ano que vem, vai se transformar em um canteiro de obras, além de receber o melhor Natal de todos os tempos, com a cidade mais iluminada do país”, prometeu.

Para diminuir os acidentes de trânsito com mortes – fato recorrente em Manaus – David também planeja reinstalar os radares de controle de velocidade em Manaus. Mas não falou nada sobre apertar o cerco contra as carretas que todos os dias circulas livremente e sem fiscalização.

O prefeito disse que já autorizou licitação para contratação de “projeto básico” para instalação dos equipamentos ainda este ano. “Vai dar segurança, coibir a alta velocidade e preservar a vida das pessoas”, justificou.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: facebook, instagram e twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap