Manaus, 27 de maio de 2024
×
Manaus, 27 de maio de 2024

Cenário

Débora falta à Aleam e vai a Bruxelas para ‘denunciar’ esquerda

A filha de Coronel Menezes afirma que está em uma "missão oficial representando o Amazonas".

Débora falta à Aleam e vai a Bruxelas para ‘denunciar’ esquerda

(Foto: Divulgação)

Manaus (AM) – Há quase um mês de sua viagem aos Estados Unidos (EUA) para “denunciar” a esquerda brasileira, a deputada estadual Débora Menezes (PL) voltou ao exterior com o mesmo propósito, mas desta vez, ela foi a Bruxelas, capital da Bélgica, na Europa.

A parlamentar é a única da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) a viajar para o exterior com um grupo de apoiadores do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), que insiste em não aceitar sua derrota nas urnas nas Eleições 2022.

Em suas redes sociais, a parlamentar compartilhou um vídeo por volta das 12h desta terça-feira (9), afirmando que estava embarcando com o mesmo grupo que foi a Washington (EUA), mas sua assessoria informou que ela viajou na segunda-feira (8).

No vídeo, a deputada afirma que o grupo irá “denunciar ao mundo as arbitrariedades que estão ocorrendo no Brasil, como as violações de direitos humanos”. A filha de Coronel Menezes afirma, ainda, que está em uma “missão oficial representando o Amazonas”.

Quem pagou o custeio?

Cobrada por seus eleitores e por outros internautas sobre o custeio da viagem internacional na primeira vez que embarcou rumo aos Estados Unidos, desta vez, parece que a deputada resolveu “deixar tudo às claras”. Débora afirma que viajou com recursos próprios, mesmo tendo convites oficiais, que pagariam a viagem a Bruxelas.

Viagem aos EUA

Em março deste ano, Débora e um grupo de 75 parlamentares (deputados e senadores) protocolaram na Comissão Internacional de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA), petição denunciando “violações de direitos humanos” por parte do ministro Alexandre de Moraes na condução dos inquéritos envolvendo acusados de participação nas manifestações de 8 de janeiro de 2023.

A delegação é formada também por deputados como Gustavo Gayer (PL-GO), Marcel Van Hatten (Novo-RS), Bia Kicis (PL-DF), Eduardo Bolsonaro (PL-SP), entre outros, e jornalistas.

Assista ao vídeo da parlamentar:

 

 

LEIA MAIS: