MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Em Barcelos, vereadora pode ser cassada por postagens na internet

Raycka Lacerda alega que o pedido é perseguição política por ela cobrar publicamente transparência no mandato do prefeito Edson Mendes (MDB)
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 02 de julho de 2021 – 09:58
Foto: Divulgação

BARCELOS (AM) A vereadora Raycka Lacerda (PSC), do município de Barcelos, poderá perder seu mandado iniciado em janeiro deste ano por quebra de decoro parlamentar. Raycka afirma que o pedido é uma perseguição política por cobrar mais transparência nos atos da Câmara de Barcelos e do prefeito Edson Mendes (MDB). O pedido foi protocolado na manhã desta sexta-feira (2) na Câmara do município.

O pedido de decoro foi apresentado na sessão do último dia 28 de junho, na Câmara, e foi assinado por sete vereadores da Casa Legislativa, incluindo o presidente, autor da proposta, o vereador Gleidson Rato Serrão (DEM); além de Sidi Albert Costa Fernandes (PSL); Diego da Silva Ribeiro (PSD); Francisco Eduardo Rodrigues Militão (MDB); Thales Alberto Fonseca Chagas (MDB); Marlos José Nogueira Monteiro (Podemos) e Suane da Silva Fragoso (PSD).

A parlamentar disse ao Portal Amazonas 1 que vai recorrer da decisão assim que for notificada formalmente e diz que estão quebrando o rito do Parlamento com erros primários. “Mas, desde já, são retaliações à minha busca por transparência e publicações nas redes sociais narrando os acontecimentos na Câmara. Inclusive, estão quebrando os trâmites com erros primários.”, disse a vereadora Raycka Lacerda.

Leia mais: Vereadora acusa prefeito petista de enriquecimento ilícito no Amazonas

No pedido, o vereador Gleidson Rato aponta que Raycka usou as redes sociais particulares para “induzir seus eleitores ao noticiar informações incompletas, omitindo os reais fundamentos que levaram às rejeições de seus requerimentos e projetos”. As publicações, segundo a alegação, foram feitas entre o dia 15 e 22 de junho.

Em uma das postagens, Raycka Lacerda encaminhou um requerimento à Casa Legislativa pedindo a agenda oficial do prefeito do município Edson Mendes (MDB), dos compromissos na capital Manaus, além de informações dos gastos de diárias com essas viagens.

Outra reivindicação da parlamentar – em suas redes sociais – foi quanto a uma sessão da Câmara que foi suspensa no dia 22 de junho e que só foi realizada pela parte da tarde e não havendo quórum para votação foi suspensa.

“Temos somente duas sessões por semana para debater, requerer e votar em prol da sociedade e viabilizar via documento a legitimidade das pautas urgentes. A falta de Quórum atrasa ainda mais, pois, já temos a burocracia que é responsável pela lentidão das produções legislativas e esses fatores potencializam e afetam diretamente a atuação do vereador. Só hoje, deixamos de debater o problema da Telefonia Móvel e internet, o estado de Emergência que ainda não está em decreto, o Plano Municipal de Saneamento Básico, etc”, comentou a parlamentar apontando os vereadores que participavam da sessão.

Postagem no Facebook de Raycka Lacerda

A reportagem do Portal AM1 entrou em contato com o presidente da Casa e proponente do pedido de quebra de decoro, Gleidson Rato Serrão por meio de ligações telefônicas e envio de mensagem de WhatsApp pelo número (97) 9916x-xx10, todavia, não houve retorno por parte do parlamentar; espaço fica aberto para quaisquer esclarecimentos.

Leia mais: Marcia Góes perde presidência da Câmara de Santa Isabel do Rio Negro e culpa prefeito Beleza

Confira o pedido de quebra de decoro encaminhada à Câmara de Barcelos:

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap