Manaus, 22 de abril de 2024
×
Manaus, 22 de abril de 2024

Cidades

Escolas municipais terão exposição sobre gravidez na adolescência

Mais de 1.300 estudantes são esperados na mostra interativa, nas duas unidades de ensino, além de familiares, comunidade escolar e profissionais da saúde.

Escolas municipais terão exposição sobre gravidez na adolescência

(Foto: Clóvis Miranda / Semcom)

Manaus (AM) – Nessa segunda-feira (4) no Centro Integrado Municipal de Ensino (Cime) Arthur Virgílio do Carmo Filho, zona Leste da capital, iniciou-se a Expo do Cuidado nas escolas municipais da cidade.

A sequência de palestras tem o objetivo de informar e sensibilizar o público de 12 e 19 anos (6º ao 9º ano e Ensino Médio) sobre corpo, direitos, saúde e relacionamentos respeitosos, com foco principal na prevenção da gravidez não intencional na adolescência.

A exposição tem o apoio da Organon e execução da Iaí Promoções, e percorrerá inicialmente duas escolas da rede municipal. Até o dia 15 de março, permanece no Cime Arthur Virgílio do Carmo Filho e, entre os dias 20 de março e 4 de abril, fica à disposição dos estudantes da escola Engenheiro João Alberto Menezes Braga, na zona Norte.

Participaram da abertura oficial da exposição a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe; o diretor do Departamento de Gestão Educacional, Anézio Ferreira Mar Neto, representando a secretária municipal de Educação, Dulce Almeida; a Oficial de Programa para Saúde Reprodutiva e Direitos do UNFPA Brasil, Anna Cunha; o consultor de Acesso Público, da Organon, Reatro da Costa, além de servidores da saúde e da educação e de estudantes da rede municipal de ensino.

“A gravidez na adolescência é um grande problema de saúde pública e acreditamos que a informação disponível aos alunos de forma interativa e criativa é capaz de contribuir para a redução do número de meninas que engravidam de forma não intencional”, observou Shádia Fraxe.

Segundo a secretária, pesquisa do Ministério da Saúde mostra que um em cada sete bebês nascidos no país é filho de mãe adolescente e que, por dia, nascem mais de mil bebês filhos de mães menores de 20 anos de idade. “Das gestações que ocorrem na adolescência, 66% são não intencionais. Então, precisamos ajudar as adolescentes a decidir seu futuro, evitando a gravidez precoce e não planejada”, acentuou.

A gravidez na adolescência, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), é aquela que ocorre entre jovens na faixa etária de 10 a 19 anos completos. A questão representa um desafio à saúde pública, com implicações para as jovens mães e suas famílias, para o desenvolvimento dos filhos e para o sistema de saúde como um todo.

Segundo o UNFPA, 500 mil meninas de 10 a 14 anos tornaram-se mães em 2021 em todo o mundo. Complicações na gravidez são uma das principais causas de morte conhecidas entre as adolescentes de 15 a 19 anos, e esses riscos são exacerbados entre as meninas mais jovens.

“Projetos como esse fazem a diferença para os nossos alunos. Tenho certeza que com a exposição eles terão a oportunidade de refletir e tomar decisões que servirão para o resto de suas vidas”, disse Anézio Ferreira Mar Neto. O diretor enfatizou a relação entre decisões assertivas e sucesso. “Que a gente consiga avançar mais pensando na saúde e na educação”.

Mais de 1.300 estudantes são esperados na mostra interativa, nas duas unidades de ensino, além de familiares, comunidade escolar e profissionais da saúde e educação. As visitações vão ocorrer pela manhã e à tarde nas escolas, com a presença de monitores.

Manoela Lima, de 14 anos, do 9º ano do Ensino Fundamental representou, com o colega Caio Eduardo, o grêmio escolar na abertura da Expo do Cuidado. Ela elogiou o conteúdo e a interatividade da exposição, acreditando que as informações serão muito úteis para meninos e meninas da escola.

“Sendo aluna e conhecendo todos, eu acho que esse realmente é um projeto muito importante, porque os adolescentes precisam conhecer como devem se cuidar, como devem agir no relacionamento, devem saber o que é um relacionamento saudável e o que não é. Acho uma iniciativa muito importante e é muito gratificante ver a exposição na nossa escola”.

Atrativa e dinâmica

A Expo do Cuidado apresenta cinco espaços/estações temáticas, que oferecem aos visitantes conteúdos atrativos e atividades interativas e dinâmicas: InfoZona – Conhecendo seus Direitos; CuidaAí – Contracepção e Prevenção; Se Liga Aqui – Seu Corpo, suas Escolhas!; Escolha+ – Explorando suas Opções; e Epicentro – Reflexões Coloridas.

Nas visitas, os adolescentes vão interagir em grupos pequenos entre si e com os monitores, que irão conduzir os jovens pelas estações, esclarecendo dúvidas e estimulando-os a refletir sobre seus direitos, seus cuidados com a saúde, comportamento, violência, e o que cada um deseja para o seu futuro.

Ao todo, 60 profissionais da assistência básica atuam como monitores e pessoal de apoio, entre enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, técnicos de enfermagem e agentes de saúde. As equipes receberam treinamento específico, na sexta-feira, 1º/3, durante o qual puderam conhecer o conteúdo da mostra e receberam orientações para a interação com o público adolescente.

“Precisamos garantir que a estratégia do ‘meu corpo, minha vida, meu mundo’, que é uma estratégia do UNFPA, seja concretizada. Adolescentes e jovens precisam ter o direito de fazer escolhas informadas, conscientes, voluntárias e responsáveis sobre seu corpo, sobre sua vida e o mundo”, disse Anna Cunha. A Oficial de Programa para Saúde Reprodutiva e Direitos do UNFPA Brasil também destacou que as informações abordadas na exposição vão para além da saúde. “Elas têm a ver com trajetórias de vida, com escolhas que vão importar hoje e também no futuro”.

Segundo Anna Cunha, essas decisões alcançam o campo socioeconômico. “Conforme aponta estudo do Banco Mundial, se no Brasil, todas as adolescentes esperarem para ter filhos após os 20 anos de idade, haverá mudanças na qualificação educacional e profissional, com impacto para as famílias, as comunidades e os países, com um retorno de mais de 3 milhões de dólares no PIB por ano. Por isso, o tema diz respeito a todo mundo”.

Após passar pelas duas escolas, a Expo do Cuidado será doada pelo UNFPA à Semsa Manaus, que irá levar a mostra interativa a outros espaços das redes municipais de saúde e de ensino, em conjunto com a Semed.

 

(*) Com informações da assessoria 

 

LEIA MAIS: