MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Michel Temer afirma que presidencialismo esgotou no Brasil: ‘sistema esfarrapado’

Nas últimas semanas, a pauta da implementação do semipresidencialismo ganhou força após Arthur Lira, sugerir a mudança política
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 20 de julho de 2021 – 10:13
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

BRASÍLIA, DF – Em entrevista à CNN, o ex-presidente Michel Temer defendeu a reforma política e afirmou querer o semipresidencialismo a partir de 2026 no Brasil. Ainda de acordo com ele, o atual sistema brasileiro está “roto” e “esfarrapado”.

“O presidencialismo está roto e esfarrapado. Basta verificar os inúmeros pedidos de impeachment de todos os presidentes”, apontou Michel Temer.

O sistema semipresidencialismo coloca no cenário político um primeiro-ministro, além de aumentar o poder do Congresso. O presidente continua sendo eleito pelo voto direto, e remete ao primeiro-ministro a responsabilidade de nomear e comandar o “Conselho de Ministros”.

Leia mais: Bolsonaro desanima e afirma que voto impresso não será aprovado na Câmara

“É a grande reforma política. E acaba com a instabilidade política. É o ideal [que seja aprovado para 2026]. Mas quem tem de definir esse assunto é o Congresso Nacional”, defendeu.

Nas últimas semanas, a pauta da implementação do semipresidencialismo ganhou força após o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, sugerir a mudança política.

(*) Com informações da Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap