Manaus, 29 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 29 de fevereiro de 2024

Cenário

Omar, Braga, Sidney e Saullo tietam Lula em avião rumo a Parintins

Presidente embarcou, na manhã desta sexta-feira (4), em um voo de Brasília (DF) a Parintins (AM), onde vai oficializar a integração da cidade amazonense ao Linhão de Tucuruí.

Omar, Braga, Sidney e Saullo tietam Lula em avião rumo a Parintins

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Parintins (AM) – A agenda do presidente Lula em Parintins, nesta sexta-feira (4), tem movimentado a agenda de políticos, incluindo os da bancada federal do Amazonas em Brasília, como é o caso dos senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), que, junto com os deputados federais Sidney Leite (PSD) e Saullo Vianna (UB), integram a comitiva do presidente ao Amazonas, todos no mesmo avião que o petista.

Nesta sexta, Lula oficializa a integração de Parintins ao Linhão de Tucuruí.

Hoje pela manhã, os quatro fizeram questão de atualizar suas redes sociais com publicações mostrando imagens “coladinhos” no ex-presidente.

Braga, relator da Reforma Tributária, publicou: “Com o presidente @lulaoficial, rumo a Parintins (AM) para a entrega oficial de um sonho acalentado por mim e por ele: a integração do município ao Linhão de Tucuruí”.

Omar, relator do arcabouço fiscal, foi outro parlamentar que também posou ao lado do mandatário dentro do avião da comitiva presidencial. “Já estamos a caminho de Parintins!”, destacou o senador.

Os deputados federais Sidney Leite e Saullo Vianna também integram a comitiva. Leite disse que o dia está diferente ao tirar foto sorrindo com Lula dentro da aeronave. “O ‘sextou’ de hoje tá diferente: é direto da comitiva presidencial rumo a Parintins para levar boas notícias ao Amazonas e toda a Amazônia. Vamos juntos!”.

Saullo foi o único que não usou o feed para publicar a foto, preferiu se mostrar ao lado de Lula apenas nos stories, que têm duração de 24 horas até ser arquivado pelo Instagram.

Dos oito deputados federais do Amazonas, na atual legislatura da Câmara Federal, metade é abertamente bolsonarista: Fausto Júnior, Alberto Neto, ambos do PL; o pastor Silas Câmara (Republicanos), da Igreja Assembleia de Deus; e o decano Átila Lins (PSD).

Amom Mandel (Cidadania) e Saullo se declararam independentes, enquanto Sidney e Adail não se manifestaram publicamente sobre qual candidato apoiavam na última eleição presidenciável.