Plínio diz que deixa o PSDB se Arthur vencer eleições para o Senado: ‘não vou conviver com ele’

O senador afirmou que o ex-prefeito de Manaus foi 'desleal' e ainda afirmou que apoiar Amazonino Mendes na disputa pelo governo é um 'retrocesso'
Camila Duarte – Portal AM1
Publicado em 10/07/2022 08:38
Foto: Reprodução

Manaus – A tensão dentro do PSDB entre o senador Plínio Valério e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto é uma novela que parece, a cada dia, ganhar novos capítulos. O senador Plínio Valério disse ao AM1, nessa sexta-feira (8), que se o pré -candidato Arthur Neto conseguir vencer as eleições para o Senado Federal, deste pleito, ele “deixará a legenda”.

De acordo com Plínio, as questões entre ele e Arthur não são pessoais, mas que não ficará sentado ao lado do ex-prefeito caso ele consiga uma cadeira no Senado em outubro, quando ocorrem as eleições de 2022.

“Já disse isso e não é segredo para ninguém. Estou esperando o resultado das eleições. Se o Arthur ganhar a eleição para o Senado, eu saio do partido. Não vou conviver com o Arthur, sentado lado a lado, politicamente”, destacou.

Leia mais: Plínio diz que CPI no Senado vai investigar dados do Inpe para ‘trazer números reais’

Plínio ainda comentou que, se Arthur perder as eleições, deixará nas mãos do PSDB escolher entre os dois. “Se ele perder, vou chegar para o partido e vou dizer: ‘olha, agora eu quero que o partido tire o Arthur’. Isso eu não nego para ninguém. Já foi dito isso, é eu ou ele na questão política, não há nada pessoal”, disse.

Foto: Reprodução / TV AM1

O senador ainda ressaltou que, dentro da política, “não quer mais saber da companhia de Arthur”. O clima entre eles esquentou durante a escolha do candidato que representaria o PSDB nas eleições para o Governo do Amazonas.

Plínio seria o escolhido para representar os tucanos, mas Arthur se negou em aceitar e tentava filiar o ex-governador Amazonino Mendes no PSDB. Devido as discussões nos bastidores, Amazonino acabou indo para o Cidadania, que formou uma aliança com os tucanos, deixando assim o PSDB e Plínio sem a candidatura para o governo.

Leia mais: Alberto Neto é condenado por divulgar fake news de mãe com fuzil em chacina no RJ

Ao Portal AM1, o senador Plínio Valério afirmou que não vai apoiar nenhum candidato nas eleições para o governo estadual. Segundo ele, não haverá uma aproximação entre ele, Arthur e Amazonino. “Eu não posso me aproximar de quem foi desleal, e o Arthur foi muito desleal, mas isso são questões políticas, não é pessoal”, disse.

Para Plínio, apoiar Amazonino na disputa ao governo significa um “retrocesso”. “Ele está muito bem na história do Amazonas, mas aí querer um quinto mandato é diferente”, pontuou. “Isso não quer dizer que eu vá apoiar Eduardo Braga e Wilson Lima, não vou apoiar nenhum deles. Vou exercer o meu direito de cidadão e vou votar”, ressaltou.

Assista a entrevista completa:

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS