Manaus, 24 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 24 de fevereiro de 2024

Cenário

PMB e MDB ‘ganharam’ cadeiras na CMM sem eleger candidatos em 2020

Caso Ivo Neto e Mitoso permanecessem nos partidos em que foram eleitos, is dois teriam rendido duas cadeiras para o PRD na CMM.

PMB e MDB ‘ganharam’ cadeiras na CMM sem eleger candidatos em 2020

(Foto: Instagram/Mitoso/Neto)

Manaus (AM) – Dois partidos não conseguiram eleger nenhum vereador para a Câmara Municipal de Manaus (CMM) nas eleições de 2020, mas por motivo de troca de sigla, o MDB, partido de Eduardo Braga e o Partido da Mulher Brasileira (PMB) conquistaram uma cadeira na Casa legislativa.

O MDB possui um representante na CMM, devido à filiação do vereador Luís Mitoso, que antes era filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o qual fundiu com o Patriotas. A fusão foi aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 9 de novembro do ano passado e resultou no Partido da Renovação Democrática (PRD).

mitoso-braga-foto-instagram

(Foto: Instagram)

Uma semana após a fusão, Mitoso anunciou a filiação ao MDB, ao lado de Braga, do presidente do partido no Amazonas.

Líder do MDB na CMM, Mitoso deve ser uma das apostas do partido para a CMM. Ao Portal AM1, o secretário-geral do MDB no Amazonas, Miguel Capobiango, não soube dizer quantos vereadores a sigla pretende eleger nas próximas eleições. Mas afirmou que o partido está “montando chapas em Manaus e em todos os municípios.”

Outro partido que não conseguiu eleger nenhum candidato em 2020, o PMB, conquistou a cadeira na CMM também por mudança de sigla do vereador Ivo Neto, que era filiado ao Patriotas.

O curioso é que, se Ivo Neto e Mitoso permanecessem nos partidos em que foram eleitos, renderiam para o PRD duas cadeiras; porém, com a saída, o partido ficou sem nenhum parlamentar na CMM.

Ao AM1, o presidente do PMB-AM, Ednailson Rozenha, disse que o partido pretende eleger quatro vereadores, entre eles, Ivo Neto. No entanto, o partido deve lançar uma chapa com 42 candidatos, lideranças nas comunidades e mulheres.

 

LEIA MAIS: