Em Manaus, operação policial apreende 130 quilos de cocaína - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

23 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Em Manaus, operação policial apreende 130 quilos de cocaína

A Receita Federal foi acionada para que levasse um cão farejador, para localizar a cocaína escondida entre móveis de um frete

Em Manaus, operação policial apreende 130 quilos de cocaína
Foto: Alailson Santos/ PC–AM

Uma ação policial na rua Docas, bairro Mauazinho, zona Sul da capital, apreendeu 130 quilos de cocaína nessa sexta-feira (07). A operação foi realizada pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), com apoio da Receita Federal.

De acordo com o delegado Rafael Allemand, diretor do departamento, as equipes policiais receberam informação, no prédio do DRCO, de que um caminhão de mudanças estava transportando drogas entre os móveis do frete e que o mesmo estaria em via pública, no endereço mencionado. A Receita Federal foi acionada para que levasse um cão farejador, pois os entorpecentes estariam escondidos entre esses móveis.

Segundo o titular, no momento da apreensão, o motorista do veículo, que não teve a identidade revelada, foi abordado e encaminhado para a unidade policial para prestar esclarecimentos.

“O motorista nos informou que apenas recebeu ordens de transportar os móveis para o estado do Pará e que não sabia a origem dos materiais. O indivíduo foi liberado após prestar depoimento. Durante as diligências, descobrimos o responsável por enviar os móveis e ao chegarmos até ele, constatamos que havia outras caixas que, segundo informações do motorista, seriam levadas para o estado do Pará”, comentou o titular.

Conforme a autoridade policial, a documentação da mudança dos móveis estava com destino para o estado de Pernambuco. No momento em que o proprietário desses móveis foi abordado pela equipe policial, ele não respondeu os questionamentos feitos pelos agentes. O indivíduo, que não teve a identidade revelada, ainda será chamado para prestar mais esclarecimentos.

Ainda conforme Allemand, com a apreensão das drogas, foi calculado um prejuízo de R$ 2 milhões para o crime organizado.

Andamento da investigação

Até o momento, ninguém foi preso e nenhum dos indivíduos envolvidos teve a identidade revelada para não atrapalhar os trabalhos policiais. No entanto, as diligências já estão em andamento para esclarecer a origem e destino das drogas, bem como, identificar e localizar os envolvidos.

Leia mais: Após partida de futebol, homem é executado com oito tiros no Tarumã

 

 

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading