Homem é morto com tiro no coração em ramal da BR-174 - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

23 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Homem é morto com tiro no coração em ramal da BR-174

Segundo uma testemunha, o crime ocorreu por volta das 17h40. Dois homens desconhecidos chegaram ao local, ocupando uma motocicleta de características não reconhecidas

Homem é morto com tiro no coração em ramal da BR-174
Foto: Josemar Antunes/Portal AM1

William Martins de Oliveira, 23, foi assassinado no final da tarde desse domingo (9), com um tiro no coração na presença de várias pessoas. O assassinato ocorreu no quilômetro 8 do ramal do Pau Rosa, na BR-174.

Segundo uma testemunha, o crime ocorreu por volta das 17h40. Dois homens desconhecidos chegaram ao local ocupando uma motocicleta, de características não reconhecidas.

Leia mais: Em um saco de fibra, corpo de homem é encontrado com várias facadas

Em seguida, o passageiro foi até a direção de William que, naquele exato momento, se preparava para pilotar uma motocicleta e efetuou vários disparos de arma de fogo.

William ainda correu, na tentativa de escapar, mas foi atingido e acabou morrendo atrás de um bar. Os criminosos, sendo um deles de cor morena e físico forte, fugiram e, até o momento, não foram identificados.

Uma equipe da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) atendeu a ocorrência, inicialmente, em seguida, acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que confirmou a morte.

Ao Portal Am1, Adelson Ribeiro de Oliveira,53, disse que o filho não tinha passagens pela polícia e estava “de baixa do quartel”.

“Ele saiu de casa com o tio e eles ficaram, por algumas horas, com algumas pessoas em frente do bar. William não tinha problemas com drogas e há um ano deixou o quartel do Exército Brasileiro. Acredito que uma desavença em uma partida de futebol pode ter motivado o crime”, explicou com tristeza o pai da vítima.

O corpo foi removido por volta das 22h30 por uma equipe do  Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) abriu inquérito para apurar o assassinato.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading