Mega operação no Amazonas apreende 6 toneladas de drogas, 20 veículos e R$ 3 milhões - Amazonas1
28 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Mega operação no Amazonas apreende 6 toneladas de drogas, 20 veículos e R$ 3 milhões

A operação ocorreu em Manaquiri, Barreirinha, Japurá e na capital; veículos e o montante de R$ 3 milhões pertenciam ao traficante Gilson Rodrigues

Mega operação no Amazonas apreende 6 toneladas de drogas, 20 veículos e R$ 3 milhões
Foto: Josemar Antunes

Uma mega operação, batizada como “Mamon”, deflagrada pela Polícia Civil do Amazonas, desarticulou uma quadrilha envolvida com o esquema de tráfico de drogas. Mais de seis toneladas de entorpecentes foram apreendidas – a maior da história contra o tráfico no estado.

A investigação de três meses envolveu policiais civis do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), da Secretaria Executiva-adjunta de Inteligência (Seai), do Departamento de Polícia do Interior (DPI), do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera).

Leia mais: Motorista de aplicativos é morto a tiros após discussão

A operação foi concentrada nos municípios de Manaquiri, Barreirinha, Japurá e na capital amazonense. Além das drogas (de origem colombiana), foram apreendidos 20 veículos, uma lancha, duas balsas, um jet ski, joias e o montante de R$ 3 milhões em espécie, pertencente ao traficante Gilson Rodrigues, conhecido como “Gilson” ou “RDK”, que foi preso próximo à barreira policial, localizado entre as rodovias AM-010 e BR-174, juntamente com mais nove pessoas.

De acordo com o delegado Rafael Allemand, diretor do DRCO, as investigações iniciaram após denúncias e apreensão de uma tonelada de drogas acondicionada em um caminhão, que estava no estacionamento de uma empresa de logística. Todo material apreendido nas duas fases da operação pertencem ao traficante Gilson, que atua há dez anos em Manaus, de forma independente.

Leia mais: Morre policial militar alvejado a tiros durante ataque em Humaitá

“Foram três meses de investigação para desmantelar essa quadrilha, que atua no escoamento de drogas para os estados do Nordeste brasileiro. Gilson usava empresas de fachada, como oficina e olaria, para lavagem do dinheiro do tráfico. Ele afirmou que agia sozinho, adquirindo drogas da Colômbia”, explicou.

Entre os carros apreendidos, considerados de luxo, encontram-se  modelos das marcas: Evoque, Audi, BMW, Hilux, Ranger, S-10, Cruse, T-Cross. Em relação aos entorpecentes, são 34 tubos de cocaína e 94 sacas de skunk. Também foram apreendidas armas de fogo tipo pistola, algumas com silenciador e poder de fogo com rajadas.

Com o resultado da operação, o DRCO estima prejuízo de cerca de R$ 100 milhões ao narcotráfico. Gilson e o bando foram indiciados por tráfico de drogas, associação para o tráfico, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e posse ilegal de arma de fogo.

O DRCO informou que as investigações vão continuar para identificar mais pessoas envolvidas no esquema do tráfico de drogas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading