Polícia registra segunda morte de homem por agressão no Mauazinho - Amazonas1
28 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Polícia registra segunda morte de homem por agressão no Mauazinho

De acordo com informações da perícia criminal, Gilberto Kleber teve o rosto desfigurado e apresentava fraturas; autoria do crime ainda é desconhecida

Polícia registra segunda morte de homem por agressão no Mauazinho
Gilberto Kleber de Souza, 35, foi morto por espancamento (Foto: Josemar Antunes/Portal AM1)

Gilberto Kleber de Souza, 35, foi agredido até a morte na noite de terça-feira (22), no beco Sementinha, na avenida Arica (antiga Rio Negro), no bairro Mauazinho, na zona Leste de Manaus. Em menos de seis horas, foi o segundo crime de agressão física  na mesma região.

Segundo informações da 29ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), as equipes policiais receberam informações sobre um tiroteio no beco. Chegando ao local, Gilberto Kleber foi encontrado nos fundos de uma residência, com marcas de agressões, inclusive no rosto.

Os moradores preferiram manter silêncio acerca do crime (Foto: Josemar Antunes/Portal AM1)

No local, os moradores preferiram não colaborar com informações que levassem à autoria do crime. À polícia, a mãe confirmou que o filho era dependente químico e morador de rua.

Leia mais: Adolescente morre em confronto com policiais da Rocam, em Manaus

O corpo da vítima foi removido por uma equipe do IML (Foto: Josemar Antunes/Portal AM1)

A perícia criminal informou que Gilberto Kleber teve o rosto desfigurado e apresentava fraturas. O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o crime.

Outro caso

Essa foi a segunda morte por agressão física registrada no bairro Mauazinho. Rayleno Lima da Silva,31, morreu dentro de casa na rua Coréia do Norte, após ser agredido a pauladas. O caso também é investigado pela DEHS.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading