MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

‘Qualquer estagiário arquivaria o relatório da CPI’, dispara Flávio Bolsonaro

Em defesa do pai, Flávio afirmou que entrará com uma representação no MPF contra Renan Calheiros, com 'mais de 20 crimes' cometidos nas sessões da CPI
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 26 de outubro de 2021 – 16:16
Flávio Bolsonaro
Foto: Pedro França/Agência Senado

BRASÍLIA, DF – O senador Flávio Bolsonaro criticou o relatório final da CPI da Covid ao chegar no Senado Federal, nesta terça-feira (26). Para o filho do presidente Jair Bolsonaro, “qualquer estagiário” arquivaria o relatório elaborado por Renan Calheiros.

“Tenho a convicção de que, assim que (o relatório) for analisado juridicamente por qualquer estagiário em direito, onde quer que for parar esse relatório, ele será arquivado”, destacou o senador. Flávio ainda afirmou que a CPI da Covid não tem competência de investigar um presidente da República.

Em defesa do pai, Flávio afirmou que entrará com uma representação no Ministério Público Federal contra o senador Renan Calheiros, com “mais de 20 crimes” que teria cometido nas sessões da CPI. Segundo o senador, Calheiros teria cometido irregularidades por “abuso de autoridade”.

Leia mais: ‘Fazemos o possível’, desabafa Bolsonaro

“Se um delegado de polícia fizesse a oitiva de um traficante de drogas dentro da sua delegacia da forma como os depoentes foram tratados aqui na CPI, este delegado estaria preso, no mínimo, por ameaça e tortura psicológica”, disse.

Flávio Bolsonaro ainda ressaltou que o relatório da CPI é “fraco judicialmente” e não contribuiu para a sociedade brasileira. “(Trata-se de) um relatório político, que nada beneficiou a população brasileira e que aponta como maior escândalo de corrupção uma vacina que sequer foi comprada”, declarou.

A revolta de Flávio Bolsonaro é causada devido Renan Calheiros apontar o presidente Jair Bolsonaro como o principal responsável pelo agravamento da pandemia da covid-19 no Brasil, sendo indiciado por mais de 10 crimes.

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap