Manaus, 21 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 21 de fevereiro de 2024

Cenário

Saiba quais são os partidos que mais comandaram a CMM nos últimos 20 anos

O Portal AM1 realizou levantamento sobre os partidos que mais comandaram a Casa legislativa nas últimas seis eleições municipais.

Saiba quais são os partidos que mais comandaram a CMM nos últimos 20 anos

(Fotos: Tiago Corrêa/Sidney Mendonça/Divulgação/Robervaldo Rocha/Artur Gomes/Cleia Viana/Reprodução/)

Manaus (AM) – Nos últimos 20 anos a Câmara Municipal de Manaus (CMM) passou por várias lideranças políticas que foram eleitas para conduzir os trabalhos do plenário e decidir quais propostas serão colocadas em votação.

Tendo em vista a importância da representatividade política para a sociedade, o Portal AM1 realizou levantamento de quais foram os partidos que mais comandaram a Casa legislativa nesses 20 anos. Podemos, PSDB e PTB foram os partidos que mais comandaram a CMM nesse período.

2003

Em 2003, o vereador Luiz Alberto Carijó de Gosztonyi foi eleito presidente da CMM, pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), e permaneceu no cargo por apenas um ano.

carijo-3

(Foto: Tiago Corrêa/CMM)

2004

No ano seguinte, em 2004, a Casa foi presidida pelo ex-vereador Paulo Nasser, eleito pelo extinto Partido Social Cristão (PSC), hoje incorporado ao Podemos. Nesse período, Nasser teve a oportunidade de assumir a presidência da Comissão Especial do Plano Diretor da Cidade de Manaus.

paulo-vereador-jpg

Paulo Nasser, ex-vereador de Manaus (Foto: Divulgação)

Ele foi, ainda, primeiro vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus e, em 2004, tornou-se presidente, substituindo o vereador Luiz Alberto Carijó, que, no dia 27 de março daquele ano, fora eleito, de forma indireta, prefeito de Manaus (mandato tampão). Paulo morreu em 22 de março de 2018, aos 71 anos.

2005-2006

No biênio 2005-2006 a Casa foi comandada pelo vereador Chico Preto, eleito pelo Partido Popular Socialista (PPS), hoje Cidadania, e compôs a 14ª Legislatura. Na época, o PPS tinha um alinhamento político entre a centro-direita e centro-esquerda.

Chico Preto

Chico Preto (Foto: Divulgação/CMM)

2007-2008

Já no biênio 2007-2008, a Câmara Municipal foi presidida por João Leonel, eleito pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), também na 14ª Legislatura.

captura-de-tela-2024-01-26-205712

(Foto: Reprodução/Redes sociais)

João Leonel foi líder do prefeito Amazonino Mendes(PDT) na Casa legislativa. Ao longo desses anos criou o programa municipal para exame de DNA. Aplicação dos 30% do Imposto Predial, Territorial Urbano (IPTU) no bairro onde é arrecadado, além do projeto que obriga prédios e locais públicos a terem rampas de acesso para deficientes.

2009-2010

carijo-foto-mario-oliveira-semcom

(Foto: Divulgação/PMM)

Em 2009-2010 Luiz Alberto Carijó volta à presidência da CMM, mas desta vez, não pelo PRTB e sim pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), hoje, Patriota. Em 2008, quando aconteceram as eleições municipais, o vereador foi o segundo parlamentar mais votado da Casa com 13.865 votos.

2011-2012

Nesse biênio a votação para presidir a Câmara foi acirrada e elegeu Isaac Tayah com apenas um voto de diferença do segundo colocado. Tayah foi eleito pelo PTB, de Alberto Carijó, que deu continuidade ao partido num mandato de quatro anos seguidos.

isaac-tayah-psdc_robervaldo-rocha-1

Isaac Tayah, ex-vereador de Manaus (Foto: Robervaldo Rocha)

Em seu mandato como presidente, Isaac Tayah firmou contrato entre a CMM e a Prodam, o que aumentou a confiança e a segurança na folha de pagamento, que aqui e ali era alvo de denúncias de irregularidades.

Como presidente da Câmara Municipal, exerceu por diversas vezes o cargo de prefeito interino, entre os anos de 2011 e 2012.

2013-2014

Bosco Saraiva (à época no PSDB) foi eleito, pela terceira vez, presidente da CMM, sendo a primeira no biênio 1995-1996, e a segunda, reeleito para comandar a Casa no biênio seguinte, 1997-1998.

img20190313202401173-2

(Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Bosco recebeu 38 votos, dos 41 vereadores que integravam o Parlamento municipal naquele ano. Naquela legislatura, Waldemir José (PT) foi outro vereador que concorreu à presidência, mas recebeu apenas três votos. O ex-presidente da CMM, vereador Isaac Tayah (PSD), desistiu da candidatura antes do início da votação.

2015-2018

fotos-artur-gomes-151

(Foto: Artur Gomes/Aleam)

Por quatro anos seguidos o ex-vereador Wilker Barreto esteve à frente da Câmara. Naquela época Wilker foi eleito pelo extinto Partido Humanista da Solidariedade (PHS), hoje Podemos. Em 2015-2016, Wilker foi líder do então prefeito Arthur Neto e venceu por 35 votos.

Ele substituiu Bosco Saraiva que deixou a CMM para se tornar deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Assim como Bosco, Wilker também recebeu 38 votos dos 41 vereadores da Casa quando foi reeleito em 2017-2018.

Naquele ano, Joana Darc (UB), ainda no mandato de vereadora, também concorreu pela presidência, mas recebeu apenas um voto. Hoje, ela está em seu segundo mandato como deputada estadual.

2019-2020

img_20230408_203540_174

Joelson Silva (sem partido) (Foto: Divulgação/CMM)

O vereador Joelson Silva, eleito pelo Patriota, e hoje está sem partido, foi quem presidiu a Câmara Municipal no biênio 2019-2020. Eleito por unanimidade, Joelson foi o único a disputar a presidência da Casa legislativa e recebeu os votos dos 41 vereadores do Parlamento.

Joelson foi líder de Arthur Neto, ocupando o cargo de Wilker Barreto, que deixou a Câmara para exercer o cargo de deputado estadual na Aleam. Joelson deu prosseguimento às atividades deixadas por Wilker.

2021-2022

whatsapp-image-2022-06-14-at-13-28-33

(Foto: Robervaldo Rocha/CMM)

Filho do ex-deputado estadual Sabá Reis, David Reis assumiu a presidência da CMM em 2021 após a diplomação do prefeito David Almeida (Avante) e do vice-prefeito Marcos Rotta (sem partido) – diplomação intermediada ainda pelo então presidente da Câmara, Joelson Silva (Patriota).

A presidência de David se deu em meio à pandemia da Covid-19, e inclusive, a votação aconteceu com a presença de todos os parlamentares usando máscara de proteção contra a doença.

2023

kt6a0416-2048x1365

(Foto: Divulgação/CMM)

E finalizando o levantamento, em 2023 o vereador Caio André (Podemos) foi eleito o presidente da Câmara municipal com 22 votos de um total de 41. Caio André disputou a presidência com o vereador Elan Alencar (Pros), que obteve 19 votos.

Eleito, Caio André reforçou seu compromisso com a independência, transparência e democracia na Câmara, que, segundo ele, continuarão conduzindo os trabalhos do parlamento.

Prova disso é que o vereador tem agido de forma tranquila sobre questões de suma importância social, no entanto, mostrou ter punho forte quando se trata de transparência, como no caso do empréstimo de R$ 600 milhões rejeitado pelo parlamento com o seu voto de minerva.

Na ocasião, Caio André afirmou que a Prefeitura de Manaus não atendeu aos critérios de transparência para que o empréstimo fosse aprovado pelos vereadores.

Resultado do levantamento

PTB: 4 vezes

PSDB: 4 vezes

PHS (Podemos): 6 vezes (resultado já configurado na unificação dos partidos para formar o PODE)

Patriota: 2 vezes

Avante: 2 vezes

PPS: 2 vezes

PRTB: 1 vez

PSC: 1 vez

LEIA MAIS: