Wagner Moura acompanhará buscas por Dom Phillips e Bruno Pereira no AM

O grupo, que também terá o fotógrafo Sebastião Salgado, será responsável por propor medidas que visem aprimorar a atuação do Judiciário nas questões relacionadas
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 15/06/2022 12:22
Foto: Reprodução

MANAUS – O ator Wagner Moura integra um grupo criado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luiz Fux, para vir ao Amazonas acompanhar as buscas pelo indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips. O anuncio foi feito por Fux, nessa terça-feira (14).

Além de Moura, o grupo terá também a participação do fotógrafo Sebastião Salgado. De acordo com o presidente do STF, o grupo vai “acompanhar as ações que estão sendo executadas na busca dos referidos desaparecidos e propor medidas que visem a aprimorar a atuação do Poder Judiciário nas questões relacionadas”.

O grupo também é composto pela antropóloga Manuela Carneiro da Cunha e a juíza auxiliar da Presidência do CNJ, Livia Cristina Marques Peres. Fux ainda explicou que, “por certo, questões de complexidade como esta demandam atuação conjunta e articulada entre os órgãos do poder público, para que, respeitados os limites de suas competências institucionais, possamos lograr êxito na sua resolução”.

Leia mais: Juíza do Amazonas critica Funai por ‘cunho ofensivo’ contra Dom e Bruno

Dom Phillips e Bruno Pereira estão desaparecidos desde o último domingo (5), enquanto faziam o trajeto de barco entre a comunidade ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte. O indigenista vinha recebendo ameaças de morte pelas ações em favor da causa indígena, enquanto Dom escrevia um livro sobre as ameaças sofridas pelos indígenas.

Até o momento duas pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no crime. A Polícia Federal investiga o caso.

(*) Com informações do G1

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS