Manaus, 13 de abril de 2024
×
Manaus, 13 de abril de 2024

Cenário

Aleam vê importância de vacinação de crianças e adolescentes nas escolas

O projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados nessa terça-feira (20) com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal da população. Deputados destacaram sobre a importância de prevenção do câncer de colo de útero.

Aleam vê importância de vacinação de crianças e adolescentes nas escolas

(Foto: Divulgação/Governo federal)

Manaus (AM) – A aprovação do Projeto de Lei 826/19, de autoria da Câmara dos Deputados, que prevê a vacinação nas escolas públicas foi debate, nessa quarta-feira (21), na Assembleia Legislativa do Amazonas, em especial, a aplicação de vacinas contra o HPV.

O deputado Delegado Péricles (PL) lembrou que, em 2013, o Amazonas deu um grande passo para a vacinação de meninos e meninas, entre 9 e 14 anos, como forma de prevenir novos casos de câncer de colo de útero, uma vez que o HPV é porta de entrada para este tipo de câncer, que hoje, é o que mais mata mulheres no Amazonas.

Já o deputado Rozenha (PMB) afirmou que a aprovação do projeto é de suma importância porque vai ajudar a zerar os índices de câncer de colo de útero no estado, especialmente nos interiores.

“Sem dúvida, vacinando nas escolas conseguiremos praticamente zerar os índices vergonhosos de câncer de colo de útero no Amazonas. Depois poderemos levar mutirões perenes ao interior, às calhas e evitar que a pequena ferida uterina possa se tornar um câncer terminal nas mulheres ribeirinhas”, afirmou.

Durante o seu discurso, o deputado George Lins (UB), que é médico, apontou que melhor seria a oferta de vacina quadrivalente nas escolas, dada a abrangência do imunizante.

“A vacina quadrivalente abrange a prevenção de verrugas genitais, também chamadas de condilomas (HPV 6 e 11), e a prevenção dos cânceres relacionados ao HPV 16 e 18, os mais comuns”, afirmou.

O custeio de vacinas, de acordo com o deputado João Luiz (Republicanos), não é caro, se for comparar com a perda de mulheres para o câncer de colo de útero.

Fiscalização

Ainda sobre o tema saúde, o deputado Wilker Barreto (Cidadania) relatou fiscalização realizada no Pronto-Socorro 28 de Agosto e questionou a gestão da saúde pública diante da averiguação. “Na última segunda-feira (19), estive no 28 de Agosto e confesso que, pela situação que vi, durante as horas de fiscalização, tenho um conselho para a população: não adoeçam”, alertou.

LEIA MAIS: