MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Enquanto vereadores terão conforto em prédio milionário, arredores da CMM padecem

A Feira, a Mini Vila Olímpica e o próprio bairro de Santo Antônio estão precisando de infraestrutura e os vereadores não tomam providências
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 16 de setembro de 2021 – 20:00
Enquanto vereadores terão conforto em prédio milionário, entorno da CMM padece
(Foto: Arquivo/ Portal AM1)

MANAUS, AM – Enquanto a maioria dos parlamentares se reúne e decide colocar em prática a construção de um novo anexo na Câmara Municipal de Manaus (CMM), com um valor exorbitante de R$ 32 milhões, que daria para construir escolas ou prédios que, de fato, atendam às necessidades da população, a realidade em torno da Câmara é de total abandono do poder público e dos vereadores eleitos para fiscalizar as ações do Executivo. Isso porque a Feira e a Mini Vila Olímpica do Santo Antônio, que estão na parte da frente e de trás da CMM, respectivamente, carecem de reformas estruturais para melhor atender à comunidade.

Durante coletiva de imprensa, na manhã desta quinta-feira (14), que tratou da denúncia sobre a obra e que será encaminhada à Justiça, o vereador Rodrigo Guedes chegou a mencionar o abandono em que esses dois prédios que deveriam movimentar a economia e fomentar a prática do desporto aos comunitários se encontram. Apenas Guedes e Amom Mandel (sem partido) são contrários à construção milionária na CMM.

“E, ainda tem um porém: aqui onde nós estamos se nós olharmos o entorno da Câmara, está 100% abandonado. A feria está abandonada e a Mini Vila Olímpica entregue as baratas. Nosso quintal abandonado, a nossa frente e o bairro que circunda estão abandonados. Parece que os vereadores chegam aqui com os olhos vendados!”, disse Guedes.

A equipe de reportagem do Portal Amazonas1 esteve recentemente nos dois ambientes citados por Rodrigo e constatou a precariedade da feira e o abandono da área que servia para o lazer dos moradores do bairro.  Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) uma equipe técnica já realizou uma vistoria na Feira, além de ter feito o levantamento das necessidades do local para uma reforma-geral.

Leia mais: Feirantes reclamam da estrutura e falta de segurança na Feira do Santo Antônio

Leia mais: Feirantes reclamam da estrutura e falta de segurança na Feira do Santo Antônio

A Mini Vila Olímpica do bairro Santo Antônio, Jair Sampaio, estava completamente desativada para a comunidade, que utilizava o espaço como forma de ter uma atividade física para praticar – coisa que já não é feita há mais de um ano. No local, muita sujeira, água acumulada na piscina e materiais de construções abandonados pela gestão, em duas vezes que a equipe de reportagem visitou o espaço, no mês de agosto. A época, foram solicitadas informações à Subsecretaria Municipal da Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) sobre a paralisação das obras no espaço, mas não houve retorno.

Leia mais: População cobra reformas em Mini Vila Olímpica: ‘está tudo abandonado’

Espaços ociosos

Guedes também disse que há espaços ociosos dentro da CMM que podem servir de salas para atender à população, independente do tamanho do gabinete do vereador. Ele, inclusive, falou que está satisfeito com o tamanho de seu gabinete e respeita quem tem ideia contrária à sua e quer ter mais conforto dentro da CMM.

“Nós temos inúmeros gastos aí que já contestamos, parece que se procura uma forma de qualquer jeito para gastar o dinheiro público. Parece que o dinheiro vem para o orçamento da Câmara, que, de fato, é um repasse constitucional, mas que o dinheiro precisa ser desovado. Aqui na CMM há espaços não utilizados, que estão parados. Se alguém acha que está com o gabinete pequeno e eu respeito todos os parlamentares, vamos utilizá-los, mas não com o dinheiro público, tem espaço sobrando!”, disse o parlamentar na ocasião.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap