MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Rodrigo Guedes chama projeto de David para aumentar Cosip de ‘projeto do mal’

Projeto associa a taxa de ilumninação pública à conta de energia elétrica, e pode gerar aumentos absurdos na conta de luz do manauara
Lucas Rodrigues – Portal AM1
• Publicado em 13 de outubro de 2021 – 15:33
Cosip
Fotos: Robervaldo Rocha / CMM

MANAUS, AM – O vereador Rodrigo Guedes (PSC) chamou o projeto que indexa a Contribuição de Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip) à conta de energia elétrica de “projeto do mal” nesta quarta-feira (13). O projeto foi votado na Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta quarta-feira (13) com emendas, mesmo a CMM não tendo sessões plenárias desde quarta-feira (6).

O projeto voltou para discussão depois de ter sido retirado da pauta ainda na quarta-feira, e Guedes disse que “travou uma batalha para adiar a primeira votação”. O parecer teve os votos contrários de Guedes, William Alemão (Cidadania), Amom Mandel (União Brasil), Thaysa Lippy (PP) e Dione Carvalho (Patriota).

Leia mais: Após bate-boca, CMM consegue emendar projeto que aumenta taxa de iluminação

Segundo o parlamentar, se já fosse lei, a Cosip já teria aumentado mais de 50% em cinco anos. “O projeto ainda será votado de forma definitiva, mas conclamo a sociedade a lutar contra esse gatilho do mal do prefeito David Almeida”, disse, em seu perfil no Twitter.

Entenda o caso

O projeto voltou à baila nesta quarta-feira, mesmo depois de ter sido retirado de pauta e, supostamente, ter voltado às devidas comissões para discussões. Segundo o líder do prefeito na Casa, Marcelo Serafim (PSB), o projeto teria recebido duas emendas. Os parlamentares da oposição, no entanto, não encontraram as emendas feitas. Além disso, o mesmo texto, sem as emendas, foi lido no plenário novamente nesta quarta-feira.

Segundo Rodrigo Guedes, nem se sabia que o projeto ia ser votado nesta quarta-feira, em sessão que teve até inversão de pauta, isto é, quando a votação acontece antes do pequeno expediente. A votação ainda foi recheada de críticas e bate-boca, inclusive entre Guedes e Marcelo Serafim. O líder do prefeito disse que Guedes, quando era secretário do Procon Manaus na gestão de Arthur Neto (PSDB), não fez nada para barrar o reajuste da Cosip.

“Vossa Excelência, enquanto Procon, não falou absolutamente nada. É muito fácil querer gerar instabilidade e propagar uma informação que não é verdadeira para tentar barrar algo que é importante para a cidade de Manaus”, apontou Serafim.

Guedes ainda citou o parágrafo 3° do artigo 5° da proposta, dizendo que era um “gatilho para tirar dinheiro dos contribuintes”. “O senhor, que era vereador, também não fez nada. Esse projeto aumenta sim, a Cosip, na prática. E a gente precisa colocar aqui, em pratos limpos, que isso não deveria ter voltado para a sessão, porque não deu tempo de os vereadores estudarem o projeto”, completou.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap