Partidos usam estratégias para manter filiações em meio ao coronavírus 
22 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Partidos usam estratégias para manter filiações em meio ao coronavírus 

Para não perder a corrida eleitoral, os partidos têm investido em muitas ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado, como reuniões por videoconferência

Partidos usam estratégias para manter filiações em meio ao coronavírus 

Mesmo diante da pandemia do coronavírus em pleno ano de eleições municipais, os principais partidos políticos do Amazonas continuam se articulando para aumentar o número de filiados, tanto na capital quanto no  interior do Estado.

Para isso, eles têm investido em muitas ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado, como reuniões por videoconferência e contatos por aplicativos de mensagens, com o intuito de não perder a corrida eleitoral. 

Um deles é o partido dos Republicanos comandado no Estado pelo deputado federal, Silas Câmara.

“Ampliamos os nossos canais de comunicação investindo na modernidade. Estamos usando a internet com filiação on-line, as mídias sociais, videoconferência e telefones. Não tem como parar porque as eleições vão acontecer. O que houve foi mais um tempo para estruturar e estamos bem animados”, disse o parlamentar. 

Segundo ele, o partido que já possui diretórios organizados em todos os 62 municípios, vem crescendo consideravelmente no número de filiados.

“Hoje, saiu o último levantamento da legenda com mais de 23,4 mil filiados no Amazonas. Com esse resultado, já somos o maior partido do Estado em número de filiações. Também temos projeções de 22 candidaturas a prefeituras e 29 a vices, além de 600 candidatos ao cargo de vereadores”, comemora Silas Câmara. 

O secretário-geral do Partido Social Cristão (PSC), Rodrigo Lima contou que a legenda antecipou a campanha de filiação.

“Desde ano passado trabalhamos nesse sentido e contabilizamos cerca de 28 mil filiados, sendo 18 mil só de mulheres, mas ainda falta processar novos números. Nos primeiros três meses de 2020 também conversamos com os prefeitos através de reuniões sobre a importância da filiação. Com essas ações ganhamos tempo e nos organizamos”, explicou. 

Lima disse que os diretórios do PSC em todos os municípios do Estado estão a pleno favor e vão cumprir os prazos.

“Mesmo diante desse cenário eleitoral, todos eles estão instalados e regularizados sem pendência de contas. Para este ano, teremos 30 candidaturas a prefeituras com expectativa de eleger, pelo menos, 15. O levantamento de vereadores também é positivo. Não vamos para de trabalhar e daremos todo o suporte”, garantiu.

Leia também: CMM discute fechamento de comércios durante sessão virtual 

O Podemos é outra legenda que não parou os trabalhos durante a pandemia de covid-19, relatou o presidente do partido, Wilker Barreto.

“Nós estamos trabalhando dentro dessa nova situação em home office, usando aplicativos de teleconferências e estamos bem adiantados. Temos nomes de peso e estimamos bastante êxito”, ressaltou.

Um dos nomes de “peso” que Barreto se referiu é o ex-governador Amazonino Mendes, que se filiou ao Podemos no mês passado.

Na ocasião, Amazonino não confirmou se virá como candidato ao cargo de prefeito de Manaus, mas foi bastante elogiado pelo presidente do partido no Estado, que o considerou “com experiência necessária”. 

Sobre a campanha para filiação, Barreto por meio de sua assessoria de imprensa, não detalhou as ações que estão sendo feitas, mas assegurou que o partido não parou de trabalhar.

“Infelizmente essa não é possível tanto com essa pandemia, mas estamos bem adiantados nessa questão de filiados na capital e interior”, completou.

De acordo com informações repassadas por uma fonte ao Amazonas 1, o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), esta realizando as filiações por telefone e internet, o que já permitiu um “bom” número de filiados até o último sábado, 4.

O partido que está estruturado em todos os municípios do Estado tem a frente o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto.

O presidente do diretório do Partido do Trabalhadores, Sinésio Campos informou que a escolha do candidato da legenda à Prefeitura de Manaus foi adiado devido o avanço da pandemia do novo coronavírus.

Mesmo diante da Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) aceitar o processo que pede o cancelamento do registro do Partido dos Trabalhadores (PT), os trabalhos do partido continuam e “a situação fez o efeito inverso”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading