Manaus, 22 de abril de 2024
×
Manaus, 22 de abril de 2024

Cenário

PT quer Marcelo Ramos como candidato a prefeito de Manaus

Ex-deputado federal confirma filiação ao PT e pode disputar pela 2ª vez a Prefeitura de Manaus.

PT quer Marcelo Ramos como candidato a prefeito de Manaus

(Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados)

Manaus (AM) – O ex-vice-presidente da Câmara e ex-deputado federal Marcelo Ramos confirmou, nesta terça-feira (2/4), filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT). Ramos pode disputar pela segunda vez a Prefeitura de Manaus.

Isso porque o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, e a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Helena Hoffmann, convidaram o ex-deputado federal Marcelo Ramos para se filiar ao partido. E ainda o indicaram para ser o representante da sigla na disputa à Prefeitura da capital amazonense.

“Recebi um convite do presidente Lula e da presidente Gleise para me filiar ao PT e ser pré-candidato a prefeito. Decidi filiar e conversarei com todos os pre-candidatos, posto que todos têm uma bela história na construção da esquerda no Amazonas. Deputado Sinésio é sem dúvida o maior líder popular progressista do Amazonas. Anne Moura tem uma bonita trajetória na construção do PT e luta pelos direitos das mulheres. Sassa é um vereador comprometido com a luta dos trabalhadores da construção civil. Eron tem uma vida marcada pela luta democrática e progressista. E ainda o deputado José Ricardo, a senadora Vanessa e o senador João Pedro, que não são pré-candidatos a prefeito, mas tem relevantíssimo papel na construção de uma candidatura progressista e de esquerda em Manaus. Só após construir com todos eles teremos uma posição definitiva sobre candidatura,” afirmou Marcelo Ramos  ao AM1.

Vale destacar que o ex-vice-presidente da Câmara dos Deputados se desfiliou do PL em 23 de dezembro de 2021, após a filiação do então presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Na ocasião da desfiliação, Ramos se filiou ao Partido Social Democrático (PSD-AM), um partido de centro. Tentou a reeleição, mas não obteve o número de votos necessários.  Em abril de 2023, Marcelo Ramos assumiu o gabinete de relações institucionais da Petrobras, em Brasília.

LEIA MAIS: