MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Roberto Jefferson é levado para Bangu 8, onde estão Cabral e Jairinho

Ex-deputado será levado para ala em que está o ex-governador do Rio e o ex-vereador acusado de matar o menino Henry
Da redação – Portal AM1
• Publicado em 13 de agosto de 2021 – 20:34

RIO DE JANEIRO – Após ser preso nesta sexta-feira (13), o ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson foi para o presídio Bangu 8, no complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML), sendo levado à Superintendência da Polícia Federal (PF) na capital e, de lá, seguiu para o local.

No mesmo presídio está o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, condenado a 392 anos de prisão na Operação Lava Jato, e o ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o “Dr. Jairinho”, preso em abril por suspeita de matar o menino Henry Borel, de 4 anos, filho de sua namorada, Monique Medeiros. Eles estão na ala reservada a presos com ensino superior – a mesma para onde deverá ir Roberto Jefferson.

Leia mais: Ex-deputado Roberto Jefferson é preso pela Polícia Federal

O ex-congressista foi detido nesta manhã por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeita de integrar milícia digital que promove ataques contra a democracia. Além da prisão preventiva, Moraes determinou buscas e apreensões e o bloqueio de todos os perfis nas redes sociais do ex-deputado.

O episódio provocou reações de políticos da direita e da esquerda nas redes sociais. Entre eles, o deputado federal, Capitão Alberto Neto (Republicanos), chamou de arbitrária e pediu, ainda, que o Supremo fosse mais rigoroso com assassinos e estupradores. Por outro lado, a ex-senadora Vanessa Grazziotin celebrou a prisão.

Leia mais: Alberto Neto ataca STF enquanto Vanessa Grazziotin comemora prisão de Roberto Jefferson

A defesa de Roberto Jefferson afirmou que entrará com um habeas corpus no STF solicitando que ele fique preso em regime domiciliar. Segundo os advogados, o ex-deputado faz acompanhamento médico por conta de uma inflamação aguda no fígado.

(*) Com informações do Poder 360

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: facebook, instagram e twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap