MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Semed anuncia volta às aulas enquanto David Almeida prorroga situação de emergência

Dias após o prefeito David Almeida decretar mais 180 dias de emergência, a Semed anunciou, nesta quinta-feira (12), o retorno 100% das aulas presenciais em Manaus
Camila Duarte – Portal AM1
• Publicado em 13 de agosto de 2021 – 10:19
Foto: Divulgação

MANAUS, AM – Mesmo com o prefeito David Almeida (Avante) prorrogando a situação de emergência em Manaus, devido à pandemia da covid-19, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) anunciou nesta quinta-feira (12) o retorno das aulas 100% presenciais nas escolas da rede municipal no próximo dia 23.

Manaus deve passar por estado de emergência por mais de 180 dias. Em publicação no Diário Oficial, o decreto destacou que a cidade ainda não alcançou o percentual desejado de pessoas imunizadas. Até esta quinta-feira, o Amazonas aplicou 2.754.934 doses contra a covid-19, sendo 1.610.945 em Manaus.

Durante a 3ª edição da Jornada Pedagógica 2021, na quinta-feira (12), o secretário da Educação, Pauderney Avelino, afirmou que a prefeitura vai oferecer um ambiente 100% seguro aos alunos e aos profissionais da educação no retorno às salas de aula.

Leia mais: ‘Pode ir se acostumando’, diz Amom após ameaça de David Almeida sobre decoro parlamentar

Ele ressaltou que as escolas que têm condições para receber alunos e eles voltarão às aulas. O secretário também informou que as unidades que estão recebendo reformas continuarão com as aulas remotas.

Com a prorrogação da situação de emergência, a prefeitura pode fazer contratações temporárias de profissionais, adquirir bens, material e outros serviços necessários para combater a pandemia, sem necessidade de realizar o processo de licitação.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) fica responsável por tomar providências como “planejar, organizar, coordenar e controlar medidas a serem empregadas durante a situação de anormalidade”.

O novo decreto de situação de emergência surge em um momento em que Manaus apresenta queda de casos da covid-19. Até essa quinta-feira, a cidade registrou 307 novos casos e apenas dois sepultamentos de mortes causadas pela doença.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap