‘Tenho certeza de que ele será encontrado com vida’, diz ex-esposa de paraquedista ainda desaparecido

'Ele é muito forte, ele foi militar durante muito tempo. Então, eu tenho certeza de que ele não ia desistir fácil', disse Jéssica
Juliana Siqueira – Portal AM1
Publicado em 17/04/2022 15:08
'Tenho certeza de que ele será encontrado com vida', diz ex-esposa de paraquedista ainda desaparecido
Foto: reprodução

A ex-esposa do advogado e paraquedista Luiz Henrique Cardelli, Jéssica Santos, chegou a Manaus na madrugada deste domingo (17) para acompanhar as buscas do jovem, que segue desaparecido. Ele é o único dos quatro paraquedistas que saltaram na última sexta-feira (15), surpreendidos pelo mau tempo, e segue desaparecido, mesmo com os esforços das equipes de busca, que não pararam em nenhum momento de procurá-lo.

Jéssica Santos disse que Luiz é um homem forte e acostumado com a modalidade esportiva, e que acredita que ele será resgatado com vida.

“Ele é muito forte, ele foi militar durante muito tempo. Então, eu tenho certeza de que ele não ia desistir fácil, tenho certeza de que ele será encontrado com vida. Está todo mundo na expectativa de encontrar ele [sic] com vida, de encontrar ele [sic] bem”, disse esperançosa Jéssica Santos, que trouxe com ela um amigo bastante próximo de Luiz, para prestar apoio.

Leia mais: Chuva atrapalha buscas por paraquedista desaparecido após queda, diz comandante dos Bombeiros

Dos quatro paraquedistas atingidos pelos ventos, dois deles foram resgatados com vida. Ana Carolina Silva, infelizmente, foi encontrada morta na ilha de Cacau Pirêra, no Iranduba.

As buscas agora se concentram em Luiz Henrique, que ainda está desaparecido. Ele também teria caído no Rio Negro. O comandante Orleilso Muniz não descarta a possibilidade de o jovem estar vivo.

Leia mais: Vídeo: Veja momento em que paraquedista é resgatado

“Por hora, as buscas estão mantidas. Quanto mais o tempo passa, as estatísticas indicam que a possibilidade de vida vai diminuindo, quanto mais tempo passa. Mas não descartamos a hipótese de ele estar vivo. Mas continuamos nas buscas até que tecnicamente seja viável a continuação”, disse o comandante.

O Comandante-Geral do CBMAM, coronel Orleiso Muniz, solicita também apoio de pessoas que viram a queda do paraquedista, para que possam colaborar com informações para as buscas, ligando para o número de emergência do Corpo de Bombeiros 193.
 
Equipes empenhadas nas buscas:
Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas – (CBMAM)
02 lanchas
02 viaturas
24 militares
 
Secretária Executiva Adjunta de Operações – (SEAOP)
17 militares
08 Viaturas
 
Secretaria Executiva-Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança – (SEAGI)
11 servidores
 
Polícia Militar do Amazonas – (PMAM)
04 Viaturas
01 Lancha
11 militares
 
Polícia Civil do Amazonas – (PC-AM)
01 embarcação
01 viatura 
09 PCS
 
Marinha do Brasil / Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental
01 embarcação
05 militares
 
Departamento Integrado de Operações Aéreas – (DIOA)
01 aeronave
05 militares
 
Secretaria de Segurança Pública do Amazonas – (SSP-AM)
04 servidores
 
Secretaria Executiva-Ajunta de Inteligência – (SEAI)
02 viaturas
04 militares
 
07 – pessoas usando drones

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS