MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Vereadores vão à Justiça contra obra do anexo de R$ 32 milhões na CMM

O valor da nova obra é tão exorbitante que daria para matar a fome de diversas famílias em vulnerabilidade social em Manaus e nos arredores
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 16 de setembro de 2021 – 09:03
Vereadores vão à Justiça contra obra do anexo de R$ 32 milhões na CMM
Foto: Divulgação Assessoria

MANAUS, AM – Os vereadores Amom Mandel (sem partido) e Rodrigo Guedes (PSC) realizam, nesta quinta-feira (16) entrevista coletiva de imprensa, a fim de explicar a Ação Popular que será encaminhada à Justiça, para tentar barrar a construção do novo anexo da Câmara Municipal de Manaus (CMM), que já tem valor empenhado em quase R$ 32 milhões, aprovado pelo presidente da Casa, vereador David Reis (Avante).

Dos 41 vereadores, Rodrigo e Amom foram os únicos que se manifestaram contra a nova obra. Guedes considera desnecessária a ampliação dos gabinetes dos parlamentares em face das necessidades da população manauara, como emprego e renda, e, até mesmo alimentação e moradia.

No Twitter, o vereador chamou a população para lutar contra esse gasto exorbitante que será feito com dinheiro dos impostos pagos pelos contribuintes manauaras.

Leia mais: Com R$ 32 mi do novo anexo na CMM, David Reis poderia comprar 216 mil cestas básicas

Amom chegou a gravar um vídeo afirmando que vai tentar impedir a construção desse anexo, uma vez que David Reis tem usado como justificativa o aumento futuro no número dos vereadores na Casa Legislativa. “Manaus não vai ter 51 vereadores nem em 2060. O novo prédio é para atender ao aumento da quantidade de vereadores. Oi?!”, indagou Amom.

Outro gasto para o qual a Câmara já abriu processo licitatório é para locar 41 veículos no modelo picape para cada vereador. Nesta questão, Amom, Guedes e o vereador Carpê já disseram que abrem mão de receber, cada um, o veículo, haja vista que já existe a verba da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Cotão) no valor de R$ 18 mil.

Inversão

Se o vereador David Reis desistisse de construir o novo anexo e resolvesse comprar cestas básicas para distribuir para famílias de comunidades carentes de Manaus e das zonas rurais e ribeirinhas da cidade, conforme apurou e cotou o Portal Amazonas1, seria possível comprar mais de 216 mil cestas básicas para alimentar os mais necessitados.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap