Vídeo: quebrado desde a semana passada, painel eletrônico de R$ 630 mil gera bate-boca na CMM

O problema virou um bate-boca entre o mais jovem parlamentar da CMM e o presidente da sessão, Wallace Oliveira
CONCEIÇÃO MELQUIADES – PORTAL AM1
Publicado em 27/06/2022 18:30
Foto: Reprodução/YouTube

MANAUS – Durante a Sessão Ordinária desta segunda-feira (27), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), mais uma vez, o painel eletrônico foi o protagonista no parlamento. Sem funcionar desde a semana passada, o vereador Amom Mandel (Cidadania) questionou o vereador Wallace Oliveira (Pros), que presidia a sessão, sobre o fato de o equipamento não estar funcionando.

“Lamentável é que vossas excelências permitam que esse painel que custou centenas de milhares a essa Casa não seja utilizado e que não seja sequer justificado em plenário o motivo. Lamentável é que quando se questiona, e presto aqui a informação na última sessão, aqui nessa questão de ordem, foi questionado qual foi o problema que o painel tinha e não nos foi informado”, contestou Amom.

Leia mais: CMM analisa vetos e apresenta o novo painel que custou R$ 630 mil

Amom, inclusive, destacou que o painel custou R$ 630 mil aos cofres da CMM, e que não estava sendo utilizado, impossibilitando as pessoas que quisessem acompanhar as votações na Casa de saberem qual teria sido o posicionamento dos vereadores.

O vereador Wallace alegou que um problema no gerenciador estava afetando o funcionamento do equipamento. O problema virou um bate-boca entre o mais jovem parlamentar da CMM e o mais antigo, que fez questão de explanar que se sentiu desrespeitado.

Amom chegou a se dispor para auxiliar no “problema técnico”.

Assista:

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS