Manaus, 27 de maio de 2024
×
Manaus, 27 de maio de 2024

Cenário

Wilson destaca importância de projetos sociais na área de exploração do Gás Natural

Em evento da Eneva em Brasília, governador reforçou que o Gás Natural vem se consolidando como nova força de desenvolvimento econômico para o Amazonas.

Wilson destaca importância de projetos sociais na área de exploração do Gás Natural

(Foto: Diego Peres / Secom)

Manaus (AM) — O governador Wilson Lima destacou, nesta quarta-feira (8), a importância do desenvolvimento de projetos sociais por parte da Eneva na área de exploração do Gás Natural no estado, com atenção especial ao município de Silves (a 204 quilômetros da capital), onde acontecem as obras do Complexo Azulão 950. A recomendação foi feita durante evento realizado pela empresa, em Brasília, para discutir a exploração e produção do combustível.

Segundo o governador, paralelo ao retorno econômico e ao desenvolvimento da região, é fundamental pensar em soluções para as preocupações ambientais e sociais, como, por exemplo, criando uma rede de proteção a grupos sociais mais vulneráveis e minimizar impactos sociais que podem ser gerados a partir do aumento populacional na região.

“A gente precisa começar a construir essa rede e nossa equipe está à disposição para dar todo o suporte necessário, visando manter um empreendimento ambientalmente e socialmente responsável”, alertou Wilson Lima.

No encontro estiveram presentes o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Sandoval de Araújo Feitosa Neto, e o deputado estadual Sinésio Campos, além de secretários estaduais, que acompanharam o governador na agenda, e dirigentes da empresa Eneva.

Wilson Lima também formalizou junto a Aneel o interesse do Governo do Amazonas em sediar o evento “Congresso de Inovação Tecnológica e Eficiência Energética do Setor Elétrico (CITENEEL)” em 2025, o que será uma oportunidade para debater sobre energia sustentável na região que vai sediar a 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 30).

Gás Natural no Amazonas

O governador reforçou que o Amazonas possui a maior reserva de gás natural onshore (em terra) do Brasil, com um papel essencial no desenvolvimento do setor de energia elétrica e na transição energética justa e segura no país, sendo o estado um dos que mais se destaca na questão da regulamentação da atividade.

Ainda, segundo o governador, desde que realizou a quebra do monopólio do mercado de gás no Amazonas em 2021, o setor ganhou competitividade e tem atraído novos investimentos. Somente com o Azulão 950, os investimentos estimados pela empresa são de R$ 5,8 bilhões. Além disso, no pico da obra previsto para meados de 2025 cerca de 5 mil empregos diretos serão gerados.

Em março, no início das obras do Complexo Azulão 950, o governador anunciou que a nova unidade do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), em construção em Silves vai ofertar, cursos técnicos com bolsa de R$ 1.320. A obra é uma parceria entre o Governo do Amazonas e a Eneva, com o objetivo de atender a demanda da companhia por mão de obra especializada.

Em fevereiro deste ano, a Eneva anunciou declaração comercial de dois novos campos de exploração – Campo de Tambaqui e Azulão Leste – em Silves e Itapiranga (a 227 quilômetros de Manaus), com expectativa de gerar até 1 mil novos empregos e investimento de até R$ 350 milhões.

Além disso, segundo a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), já são mais de 18,3 mil unidades consumidoras (UC’s) contratadas; sete postos de combustíveis em operação com gás natural veicular (GNV); e a rede de distribuição de gás natural, que já possui 287 quilômetros de extensão, abrangendo mais de 20 bairros da capital.

(*) Com informações da assessoria

LEIA MAIS: