Manaus, 1 de março de 2024
×
Manaus, 1 de março de 2024

Coluna AM1

Prefeitura aumenta tarifa do Zona Azul e mete a mão no bolso do cidadão

Confira a coluna de política do Portal Amazonas1 publicada nesta segunda-feira (11). Curta, compartilhe e faça parte da nossa Lista de Transmissão de notícias no WhatsApp.

Prefeitura aumenta tarifa do Zona Azul e mete a mão no bolso do cidadão

Mais polêmica

O ano tá encerrando, mas o poder Executivo não quer dar trégua e as polêmicas continuam. Desta vez, a Prefeitura de Manaus decidiu aumentar em 62,44% o valor da tarifa do Zona Azul, um aumento de R$ 1,53.

Pé de meia?

Será um pé de meia para a campanha eleitoral de 2024? É justamente esse o temor do eleitor nesta segunda-feira (11), que não teve pena do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e teceu diversas críticas nas redes sociais.

Dinheiro na mão é vendaval

Pelo visto, o orçamento de R$ 9 bilhões para 2024 e mais os R$ 740 milhões anunciados na semana passada, do empréstimo aprovado (R$ 580 milhões) e das emendas da bancada federal (R$ 160 milhões) ainda não são suficientes para os planos do prefeito, David Almeida (Avante), para Manaus.

Balcão de empregos

Nesta segunda, o prefeito de Manaus informou que arranjou emprego para o ex-vereador e ex-diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Leonel Feitoza. Ao que tudo indica, o ex-líder de Amazonino (in memorian) na CMM e vereador por cinco mandatos iniciou os trabalhos hoje na Secretara Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Multado

No mês passado, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) reprovou as contas de Leonel Feitoza referente ao ano de 2016, quando ele comandava o Detran-AM. Agora, ele tem 30 dias para devolver R$ 2,6 milhões ao cofres públicos. Talvez, David Almeida teve compaixão com Leonel arranjando-lhe emprego como ajuda para pagar a multa milionária.

Passou pano

Os ilustres vereadores Kennedy Marques (PMN) e Alonso Oliveira (Avante) voltaram a passar “pano” para a Prefeitura de Manaus – o que não é novidade para ninguém, pois ambos estão pior do que flanelinha em semáforos limpando parabrisas. Desta vez, os dois parlamentares – que presidem a Comissão de Meio Ambiente da CMM – querem dar um terreno de uma área verde no Parque Dez para uma construtora ligada a Pauderney Avelino (UB).

Sumido

Pauderney tá sumido dos holofotes após querer brilhar mais do que o governador do Amazonas, Wilson Lima (UB). A pernada que ele deu no governador para ficar no comando do União Brasil lhe custou caro e, além da perda do cargo no governo, ele também não conseguiu retornar para a Prefeitura de Manaus, onde chegou a ser secretário de educação na gestão de David Almeida. Mas, apesar da ausência na mídia, Pauderney não deixa de encher o bolso, e Kennedy e Alonso querem ajudá-lo.

Vetado

Por sorte, o pensamento mesquinho dos dois vereadores não é o mesmo da maioria, que decidiu reprovar o requerimento de concessão do terreno por 19 votos contra e 17 a favor, em sessão plenária desta segunda na CMM. Por ora, o requerimento foi arquivado.

Vida boa

Os 41 vereadores de Manaus trabalham incansavelmente (de segunda a quarta) pelo povo e ganham muito pouco (R$ 18 mil) por mês. São três dias de trabalho na semana e dois meses de férias, conforme levantamento publicado pelo Portal AM1 nesta segunda. O período de “descanso” vai do dia 15 de dezembro de 2023 até o dia 5 de fevereiro de 2024. É uma das profissões mais cansativas em Manaus.

Eles merecem

O bom é que durante as férias eles vão continuar recebendo os R$ 18 mil de salário e mais o cotão, que era de R$ 33 mil e a Justiça baixou para R$ 18 mil. Já o pobre do eleitor tem que vender as férias para ter o que comer no mês das férias. Isso é Brasil, meu povo.

Leia mais no Portal Amazonas1

FALE CONOSCO

Isac Sharlon (editor-chefe)

(92) 99169-4681

Fale com o comercial

Rudson Peixoto (diretor-geral)

(92) 99425-5668

Faça parte da nossa Lista de Transmissão e receba as principais notícias no seu WhatsApp.

Clique no link https://l1nk.dev/adPJI